23 praias não podem ser utilizadas em Salvador; veja a lista

Autor: Redação

Publicada em


Um balanço divulgado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema), em Salvador, destaca que 23 praias da capital baiana e Lauro de Freitas, na região metropolitana, estão impróprias para banho neste final de semana. Veja abaixo a lista das praias que estão impróprias para banho neste final de semana:

  1. Tomé de Paripe (em frente à casa Vila Maria)
  2. Periperi (atrás da estação Férrea)
  3. Penha (situada em frente à barraca do Valença)
  4. Bogari (em frente ao Colégio da PM, antigo Colégio João Florêncio Gomes),
  5. Pedra Furada (rua Rio Negro, em frente à ladeira que dá acesso à praia)
  6. Boa Viagem (ao lado do forte Monte Serrat)
  7. Roma (rua Prof. Roberto Correia, junto a descida de acesso à praia, fundo do Hospital São Jorge)
  8. Canta Galo (atrás da antiga fabrica da Brahma, atual FIB)
  9. Marina Contorno (entre a Marina e o Restaurante do Amado)
  10. Porto da Barra (em frente à rua Cézar Zama, junto a escada de acesso à praia)
  11. Farol da Barra (em frente à Rua Dias D’Ávila e em frente à Rua Alfredo Magalhães)
  12. Ondina (em frente à Rua Ademar de Barros e próximo ao Morro da Sereia em frente ao Ed. Maria José
  13. Rio Vermelho (em frente à igreja Nossa Senhora de Santana e próximo a Companhia da PM/Rio Vermelho)
  14. Amaralina (em frente à Escola Cupertino de Lacerda e em frente à rua do Balneário)
  15. Pituba (atrás da Praça e em frente à escada de acesso à praia)
  16. Armação (em frente ao clube Inter Pass- Jardim de Alah)
  17. Boca do Rio (em frente ao posto Salva Vidas)
  18. Corsário (atrás da antiga fábrica da Brahma e em frente ao posto Salva Vidas Patamares)
  19. Piatã (atrás do Supermercado)
  20. Placaford (em frente ao Posto Salva Vidas)
  21. Itapuã (em frente à Sereia de Itapuã)
  22. Vilas do Atlântico (Trecho situado entre a Praia de Paquetá e Leblone)
  23. Buraquinho (a cerca de 200 m da foz do rio Joanes)

Segundo o órgão, que avaliou um total de 37 localidades, as praias não indicadas para banhistas têm uma alta concentração de coliformes fecais. Conforme o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), uma praia é considerada imprópria para banho quando apresenta cerca de 2.500 coliformes termotolerantes em apenas uma análise ou quando apresentam em 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas mais de mil coliformes fecais.