6 golpes estão sendo aplicados em aposentados e pensionistas do INSS

Autor: Redação

Publicada em


6 golpes estão sendo aplicados em aposentados e pensionistas do INSS
6 golpes estão sendo aplicados em aposentados e pensionistas do INSS

6 golpes estão sendo aplicados em aposentados e pensionistas do INSS.

Mesmo em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19) os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) não estão livres do golpes vem sendo aplicados em todo o pais.

Em todos os golpes, o principal objetivo dos fraudadores é roubar dados do segurados, principalmente senhas e numero de cartão, o que possibilitam roubar dinheiro dessas vítimas. Por isso, é importante conhecer essas estrategias criminosos para saber identificar o que é fraude e o que é algo oficial de bancos e INSS.

Para ajudar os aposentados e pensionistas a reportagem listou os 6 golpes que estão sendo aplicado no momento.

VEJA MAIS: Novo calendário de saques do 13º de aposentados do INSS é divulgado

Os 6 golpes do momento:

1. Golpe do cancelamento do cartão
Esse golpe está circulando nos últimos dias em todo o pais. Um criminoso liga se passando por um funcionário do INSS ou bancos, inclusive, informando os dados verdadeiros do cliente para passar credibilidade. Durante a ligação, o criminoso afirma que o cartão foi clonado, sendo necessário o cancelamento do mesmo. Para efetuar o cancelamento, orienta o cliente a digitar alguns dados no telefone, entre eles a senha do cartão, e para concluir o cancelamento, orienta a cortar o cartão ao meio e que um motoboy irá buscar o cartão supostamente destruído, para segurança da operação. Com os dados do cliente, a senha e o chip em mãos, os golpistas fazem diversas compras no cartão, gerando prejuízos de milhares de reais.

2. Prova de vida pelo WhatsApp
Nesse golpe o aposentado receber uma mensagem no WhatsApp pedindo que ele ligue para um determinado número, a fim de fazer a prova de vida e impedir o corte do benefício. Dessa forma, golpistas obtém dados sigilosos como senhas, CPF e número de cartões de crédito.

3. Mensagem falsa via SMS usando o CPF
O beneficiário recebe um link falso, uma página não oficial do INSS. Nela consta uma notificação sobre uma suposta irregularidade no CPF. Na pagina, é solicitada ao aposentado ou pensionista o envio de documentos. Todavia, os documentos solicitados são enviados, na verdade, para golpistas. É aí que eles fazem a festa: tomam empréstimos e fazem compras na internet.

SAIBA MAIS: 54 serviços do INSS que aposentados e pensionistas podem usar pela internet

4. Golpe do cartão novo
Aposentados estão recebendo ligação de uma pessoa que diz ser do INSS e está oferecendo o “um novo cartão”. Durante a ligação, o suposto funcionário pede que o aposentado envie foto do RG e CPF para confirmação e assim receberá o suposto cartão. Segundo o golpista, este novo cartão é oferecido pelo INSS e serve para a prova de vida, além de possibilitar que o aposentado faça pagamentos e tenha acesso a empréstimos.

Diante do golpe extremamente bem aplicado, as vítimas caem na armadilha e agem conforme o conselho dos criminosos. Conseguindo as informações, os criminosos efetuam diversas compras e empréstimos através do cartão da vítima.

5. Golpe da carta
Uma carta enviada aos aposentados e pensionistas do INSS, normalmente com um timbre falso da Justiça. A carta informa que o segurado têm dinheiro para receber. Para dar mais credibilidade e segurança, os golpistas costumam fornecer um número de telefone, e um número de ofício.

Quando o aposentado liga para o contato telefônico deixado na correspondência, as vítimas são atendidas com presteza e desenvoltura pelos estelionatários que, a todo custo, tentam convencê-las, pressionando-as quanto a vencimentos e prazos esgotados. Uma vez convencidas, as vítimas são incitadas a realizar o pagamento das supostas custas. São depósitos que se variam de R$ 1 mil até R$10 mil.

6. Golpe pelo WhastApp
Os golpistas enviam uma mensagem de texto via WhasApp pedindo para o aposentado ou pensionista entrar em contato com um número 0800. A primeira reação do beneficiário é entrar em contato com o número 0800. Ao ligar no 0800 falso a vítima é “notificada” sobre “bloqueio” da aposentadoria ou pensão. Nesse momento eles pedem os dados do aposentados e deixam um prejuízo financeiro enorme na conta do beneficiário.

VEJA TAMBÉM: INSS: Dinheiro de atrasados serão pagos até o fim da semana