7.300 novos apartamentos do Minha Casa Minha Vida serão construídos em Simões Filho – Veja locais

Os novos residenciais em Simões Filho já tem nome e localização.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


7.300 novas unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, devem ser construídas a partir de 2017 em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com informações, os novos projetos foram encaminhados pela Secretaria Municipal de Habitação e Secretaria Municipal Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDES) e devem ser viabilizadas em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF) e Governo Federal.

Os novos residenciais já tem nome e localização. São eles: O  Residencial Cedro Sapucaia, em Santa Rosa, com 1800 apartamentos; o Residencial Rosas com 1800 apartamentos; o Residencial Monte Sinai, também em Santa Rosa, com 1.500 aparatamentos; O destaque é para os conjuntos habitacionais que ficarão localizados na Avenida Walter Aragão, o Residencial  Colina I, II, III…, com 2.200 apartamentos.

Os novos empreendimentos devem ser erguidos na gestão do Prefeito eleito, Dinha Tolentino (PMDB). As novas moradias vão beneficiar milhares de pessoas com renda familiar de até R$ 1,8 mil.

Vale lembar que entre os quatro novos residencias do Minha Casa, Minha Vida, o maior empreendimento será o Residencial  Colina, com 2.200 apartamentos. A expectativa é de que as moradias deverão ser construídas entre dois e três anos.

É importante destacar que mais de 25 mil pessoas estão inscritas no Programa Minha Casa Minha Vida em Simões Filho, o que corresponde a 21% da população. Um numero expressivo para a cidade que tem cerca de 134.674 (mil) habitantes, segundo o IBGE.

Ainda este ano, entre 09 e 16 de dezembro serão entregues 2.524 moradias dos Residenciais Ipitanga e Alvorada, ambos no bairro Simões Filho I e os conjuntos habitacionais Parque Universitário I e Parque Universitário II, localizados no bairro Vida Nova.

Saiba tudo Sobre Minha Casa Minha Vida em Simões Filho

Minha Casa Minha Vida

O “Minha Casa Minha Vida – MCMV” é um Programa do Governo Federal que tem por objetivo promover o acesso à moradia por meio da produção de unidades habitacionais para famílias de várias faixas de renda, dentre as quais, a FAXA 1, que atende as famílias com renda familiar bruta até R$ 1.800,00 (hum mil e oitocentos reais).

Beneficiários:

As condições de enquadramento dos candidatos a beneficiários são:

a) renda familiar compatível com a modalidade: – FAIXA 1 – Pessoas físicas com renda familiar mensal bruta limitada a R$ 1.800,00 (hum mil e seiscentos reais). O Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o Bolsa Família, fornecidos pelo Governo Federal, não compõem a renda familiar.

b) não ser proprietário, cessionário ou promitente comprador de imóvel residencial; e

c) não ter recebido benefício de natureza habitacional oriundo de recursos orçamentários do município, dos Estados, da União, do FAR, do FDS ou de descontos habitacionais concedidos com recursos do FGTS, excetuadas as subvenções ou descontos destinados à aquisição de material de construção para fins de conclusão, ampliação, reforma ou melhoria de unidade habitacional.

Participação do Município:

  1. Desoneração dos tributos – isenção do IPTU e do ISS durante o período de construção das unidades habitacionais

  2. Inscrição das famílias interessadas;

  3. Definição dos critérios adicionais de priorização

  4. Atendimento e indicação dos candidatos a beneficiários;

  5. Cadastramento e atualização dos cadastros dos beneficiário no Cadastro Único dos Programas do Governo Federal (Cad-Único).

  6. Elaboração e execução do Trabalho Técnico Social nos empreendimentos construídos no âmbito do Programa cuja indicação dos beneficiários tenham sido efetivadas pelo Município