Abandono Total em Simões Filho: Com salários atrasados, funcionários do Postos de Saúde e UPA ameaçam parar

Abandono total no setor da saúde em Simões Filho.

Autor:

Publicada em


Trabalhadores dos Postos de Saúde e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), estão sofrendo com atrasos no pagamento dos salários. Por causa disso, muitos funcionários ameaçam paralisar as atividades alegando o abandono que sofrem no setor. Eles ainda pedem melhorias nas condições de trabalho que são precárias.

De acordo com um dos funcionários, que preferiu não se identificar, o motivo do atraso dos salários seria a falta de repasse da Prefeitura Municipal de Simões Filho para a Cooperativa Conectar, empresa terceirizada responsável por administrar os 15 postos de Saúde e UPA do município.

“Funcionários e Médicos da Upa e Postos de Saúde estão sem salário e a empresa Conectar não tem previsão de quando iremos receber. Eles informam que a prefeitura ainda não fez o repasse pra cooperativa e que assim que a prefeitura fazer o repasse, iniciaria imediatamente os pagamentos. Tem funcionários passando necessidades em casa”, contou.

Outro funcionário ainda informou que a previsão de pagamento era pra antes das eleições. “Disseram que iria pagar dia 5, antes das eleições, e até agora nada. Um absurdo”, revelou.

“Essa cidade parece que não tem prefeito. Primeiro terceirizou a saúde e largou os funcionários a ver navios, e agora, atrasa salários sempre. A cidade esta abandonada”, detonou um funcionário, que preferiu preservar a identidade com medo de perder o trabalho.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO