AFLIÇÃO: Neta clama por ajuda para avó que está sofrendo no Hospital de Simões Filho

Autor: Débora Souza

Publicada em


Foto: Danilo Canuto/PMSF

A jovem Camila Silva, 19 anos, está desesperada pedindo ajuda para a sua avó que está internada ha quase um mês no Hospital de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS). A jovem tem feito constantes apelos nos últimos dias solicitando ajuda para salvar a vida da idosa, dona Maria Joaquina, 76 anos.

Familiares informaram que além da idosa possuir um câncer de mama, está com um caroço no útero e precisa urgentemente ser transferida para um hospital em Salvador especializado em oncologia afim de realizar uma cirurgia, já que o hospital da cidade não realiza o procedimento.

Aqui em Simões Filho não tem uma ambulância disponível para pacientes ser transferido. Meu Deus, minha avó já tem dias nessa espera. Ela só precisa ser transferida para o hospital do câncer. Eu não quero ver minha vó morrer por falta de competência, falta de ambulância e por falta de vaga. Simões Filho está um vergonha. Não é porque ela está de idade, que merece morrer assim, sem antes tentar fazer uma cirurgia. Deus sabe o tempo de todo mundo aqui na terra e cabe a ele decidir e nãos os homens“, desabafa Camila.

Maria Joaquina internada no Hospital de Simões Filho (Foto: Arquivo Pessoal)

Na tentativa de achar ajuda, até mesmo por parte do poder público, a garota busca conhecidos de vereadores ou mesmo do prefeito e clama por ajuda. “Por favor, quem conhece algum vereador, prefeito ou alguém que possa ajudar a tirar minha avó do hospital de Simões Filho, me ajuda. Qualquer pessoa que possa ajudar, por favor, minha avozinha tem vontade de viver“, apelou.

Outra neta de dona Maria, Rosiene Silva, 34 anos, reforçou a urgência pela transferência da idosa.  “O estado da minha avó não é bom. Ela deu entrada falando e andando, mas hoje, a situação dela piorou e não podemos dizer o mesmo. Ela sente muitas dores, seu corpo está todo inchado e está cansando direto. Tem médico que diz que primeiro ela deve ser transferida, outro diz que deve fazer exames – ficamos sem saber o que fazer”, concluiu. 

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO