Agências do INSS voltam a funcionar apenas com agendamento; como marcar hora

Agências do INSS voltam a funcionar apenas com agendamento; como marcar hora
Agências do INSS voltam a funcionar apenas com agendamento; como marcar hora – Reprodução

Agências do INSS voltam a funcionar apenas com agendamento; como marcar hora.

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão reabrir na próxima segunda-feira (14/09), mas o atendimento será exclusivo para quem fizer agendamento. Para marcar hora, o segurado deve acessar o site Meu INSS e aplicativo ou ligar no 135.

>INSS autoriza pagamento da diferença sobre adiantamento dos auxílios por incapacidade temporária

>INSS inicia notificação de beneficiários após revisão administrativa

Segundo o INSS, estarão disponíveis para atendimento presencial os serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

O instituto ressalta que os segurados sem agendamento não serão atendidos, para evitar aglomerações dentro e fora das agências, de acordo com orientações do Ministério da Saúde.

>Veja como fazer a ‘prova de vida’ do INSS pelo celular

>INSS estende período de antecipação por incapacidade temporária

Em agosto, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e do INSS informaram a nova data de retorno ao atendimento presencial – 14 de setembro.

O atendimento exclusivo por meio de canais remotos segue até amanhã (11/09). E mesmo com a abertura das agências, o atendimento remoto continuará a ser oferecido.

>Reabertura das agências do INSS é adiada para setembro

>INSS divulga orientações para entrega de documentos

Segundo o INSS, a reabertura será gradual e considerará as especificidades de cada uma das Agências da Previdência Social no país. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva.

Fonte: Agência Brasil

Veja mais