Dois rapazes são suspensos após beijo gay em escola; grupo protesta

Autor: Redação

Publicada em


Dois rapazes, de 17 anos e o outro de 16, foram flagrados se beijando no banheiro da Escola Estadual Monsenhor Gonçaves em Rio Preto. Um outro estudante teria visto e avisado a direção que decidiu suspender os dois alunos. Eles contaram aos colegas que foram ainda convidados a se retirar da escola.

Segundo a dirigente regional de ensino, Maria Sílvia Nakaoski,  em entrevista ao Terra, não é permitido o namoro dentro da escola e o caso dos estudantes será revisado.”Está na norma de convivência, que é feita pelos próprios alunos. Namoro não é para escola, não é o lugar adequado. Se a gente considerar que foi um beijo de namorados, uma coisa mais incisiva, então não está permitido”, disse a dirigente.

A decisão da direção da escola gerou revolta dos demais estudantes, que fizeram um protesto em frente à unidade de ensino.

Um dos alunos acabou se transferindo do colégio após o ocorrido por vontade dos pais. O segundo permanece na escola e terá o caso analisado pela direção do colégio.