Após ficar uma semana preso, Jhainan consegue liberdade em Simões Filho

A família de Jhainan chegou a fazer protestos na porta da delegacia.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Após ter ficado preso por sete dias preso na delegacia de Simões Filho. Jhainan Raimundo França dos Santos, 21 anos, foi solto na tarde desta sexta-feira (20). Jhainan foi acusado de ter ateado fogo em um micro-ônibus da Cooperativa de Transporte de Simões Filho e foi preso no último sábado (14).

Jhainan chegou a ser levado para o Complexo Penitenciário Lemos de Brito, para fazer exames de corpo delito, mas no mesmo dia retornou para a delegacia de Simões Filho, onde estava preso.

Segundo a família, Jhainan conseguiu a liberdade da prisão na tarde desta sexta-feira (20), porem, irá responder o processo em liberdade. A família espera que a justiça reveja o caso e limpe o nome do jovem. “Meu filho é um presente valioso que Deus me deu e eu sempre o protegerei e amarei com todas as minhas forças. Agradeço primeiramente a Deus, aos meus pastores, a minha família e meus amigos por estar do nosso lado nos dando força para continuar nessa luta. Agradeço pela força – pelo apoio de todos – que Deus abençoe poderosamente”, agradeceu Nelilma Sued, mãe de Jhainan.

VEJA OUTRAS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO

Entenda o caso

Jhainan Raimundo França dos Santos, 21 anos, foi preso na noite do último sábado (14), acusado de tacar fogo em um ônibus da COOTTASF-Cooperativa de Transporte de Simões Filho, na manhã do mesmo dia, em Simões Filho. Ele foi preso por policiais da Polícia Militar, na Rua dos Desabrigados, no bairro Ponto de Parada. De acordo com informações da polícia, o jovem foi preso em flagrante e logo depois reconhecido por três passageiros que presenciaram o ato. Mas logo após a prisão, a informação circulou na internet e várias pessoas que conhecem o jovem afirmavam que ele não tem nada a ver com o fato.

A família de Jhainan chegou a fazer protestos na porta da delegacia na última segunda-feira (16), pedindo a liberação do jovem.