Após mortes no Hospital de Simões Filho, grupo promete fazer ato na Prefeitura

.

Autor: Redação

Publicada em


SIMÕES FILHO: Servidores efetivos podem aderir ao Desligamento Voluntário; confira os benefícios
Foto: Divulgação

Um grupo de moradores estão programando um ato na Prefeitura Municipal de Simões Filho na manhã desta sexta-feira (14/9). Os manifestantes afirmam que buscam uma explicação do prefeito Diógenes Tolentino – Dinha (MDB) sobre os últimos acontecimentos na rede pública de saúde do município, quando em menos de uma semana, cinco pessoas morreram por não conseguir uma vaga de UTI. Sem estrutura no Hospital Municipal de Simões Filho, os pacientes estavam internados aguardando transferência por meio da Central de Regulação do Governo do Estado Bahia.

De acordo com Paulo Queiroz, um dos participantes do movimento, o objetivo do grupo é tentar entender o que vem acontecendo e cobrar soluções.

“Vamos tentar conversar com o prefeito pra saber o que realmente está acontecendo. Basta, chega, a gente não pode ficar só olhando. A gente vai colocar os “pingos no is” e vamos responsabilizar de quem é de fato e de direito. Chega desse “ping-pong” de o Governo Estadual ficar jogando para o Governo Municipal e o Municipal ficar jogando para o Estadual”, explicou Paulo.