Após polêmica, Governo do Estado aponta investimento de R$ 25 milhões para Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Na ultima semana, o prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino (PMDB), reclamou que o governo do estado excluiu o município do investimento de R$ 950 milhões de recursos vindos do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) para a organização da Rede Integrada de Serviços de Saúde.

Na oportunidade, Dinha disse que o anúncio feito pelo Governo da Bahia contemplava as 12 cidades da Região Metropolitana de Salvador, com exceção de Simões Filho.

Diante da repercussão do caso, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), negou que Simões Filho tenha sido excluído dos investimentos na área de saúde.

“Todos os treze municípios da Região Metropolitana de Salvador estão contemplados com investimentos do Programa de fortalecimento do SUS (ProSUS). Em Simões Filhos serão construídos uma Policlínica, que funcionará em regime de consórcio, uma Academia da Saúde e um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas, representando recursos na ordem de R$25,48 milhões”, justificou a Sesab.

Entenda o caso

Rui Costa após exclusão de Simões Filho de investimentos

Governo deixa Simões Filho fica de fora de investimentos