Aposentados do INSS: veja 7 possibilidades de você ter dinheiro esquecido e como sacar

Aposentados do INSS: veja 7 possibilidades de você ter dinheiro esquecido e como sacar
Aposentados do INSS: veja 7 possibilidades de você ter dinheiro esquecido e como sacar

Aposentados do INSS: veja 7 possibilidades de você ter dinheiro esquecido e como sacar.

Milhares de aposentados podem ter algum dinheiro, ou até mesmo uma bolada, esquecida no banco. Em um momento como esse que estamos vivendo uma grana extra cai bem, não é mesmo?

Alguns bancos procuram há anos muitos aposentados e pensionistas do INSS para entregar algum tipo de dinheiro esquecido. Por isso é importante você mesmo verificar se você é um dos felizardos.

>INSS: Mulheres tentam sacar R$ 80 mil de pensão fraudulenta e se dão mal

Veja 7 possibilidades de você ter dinheiro esquecido e como sacar sacar neste ano de 2020.

1) Aposentados podem ter FGTS de conta inativa esquecido

  • Quem se aposenta, saca o FGTS e não olha mais o saldo pode ter algum valor para resgate
  • É possível que seja creditado algum resíduo pelo ex-patrão referente à atualização de juros e correção monetária
  • Também pode haver crédito referente à distribuição do lucro do FGTS.
  • Caso haja algum resíduo, o aposentado pode sacá-lo a qualquer momento
  • Basta apresentar carteira de trabalho, documento de identificação ou Cartão do Cidadão, por exemplo

>Quantos empréstimos um aposentado do INSS pode fazer ao mesmo tempo e o valor?

2) Cotas do PIS/Pasep para aposentados

  • Mais de 9 milhões de pessoas ainda não sacaram as Cotas do PIS, inclusive, aposentados
  • Essas pessoas não sabem que tem esse dinheiro no banco
  • Quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 4 de outubro de 1988 tem direito a cotas do PIS.
  • Todos os cotistas do Fundo PIS/Pasep, assim como herdeiros podem realizar os saques independentemente da idade
  • Os pagamentos podem ser realizados por meio de crédito em conta na Caixa, com o Cartão do Cidadão e senha nas lotéricas.
  • Mais informações em: www.caixa.gov.br/cotaspis e 0800-7260207

>Aumento do teto do INSS em 2021: Veja o que deve mudar no valor das aposentadorias e pensões

3) Atrasados antigos da Justiça federal, no caso de aposentados do INSS

  • Quem ganha uma ação de revisão na Justiça contra o INSS tem direito de receber atrasados pelo período de espera
  • O cálculo considera cinco anos antes do pedido mais o período até a correção
  • Na Justiça, além da correção da inflação, há ainda a aplicação de juros
  • Para saber se teve o pagamento do atrasado autorizado pelo juiz, o beneficiário deve acessar o site  do TRF de sua região.
  • Clique em “Requisições de pagamento”
  • É possível fazer a busca com o CPF do segurado ou a OAB do advogado

>Projeto cria novo Programa Social para todas as idades e prevê BPC de 1.045 pelo INSS

4) Correção de erro do INSS

  • Mais de 800 mil aposentados ainda vão receber a grana de benefícios concedidos com erro de cálculo
  • Este ano, o INSS liberou uma bolada para 422 mil aposentados e pensionistas que tiveram o erro
  • O pagamento foi liberado no incio deste mês de maio
  • O dinheiro faz parte do oitavo lote liberado pelo INSS.
  • O segurado que foi contemplado com o acordo pode consultar se vai receber os atrasados pela internet.
  • Basta acessar o portal Meu INSS (www.inss.gov.br) ou ligar para a Central de Atendimento 135.

>Fila do INSS: milhões de requerimentos de benefícios aguardam análise

5) Ação de revisão de poupança durante os planos econômicos

  • No dia 1º de março de 2018, o STF (Supremo Tribunal Federal) validou o acordo firmado entre a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), a Advocacia-Geral da União, o Banco Central, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) e a Febrapo (Frente Brasileira Pelos Poupadores) sobre os planos econômicos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991)
  • Cerca de 95 mil poupadores aderiram ao acordo referente aos planos econômicos

Como aderir ao acordo

  • O poupador ou os herdeiros deverão necessariamente ter processo judicial ativo com derrota do banco
  • Não é necessário ser filiado a qualquer entidade que ingressou com a ação coletiva
  • A adesão ao acordo é feita pelo site www.pagamentodapoupanca.com.br 
  • É necessário criar login e senha e fazer o cadastro, com todos os dados

>Força-Tarefa do INSS procura mais de 10 tipos de fraudes em aposentadorias e benefícios

6) Fundo 157

  • Contribuintes que investiram parcelas do Imposto de Renda entre 1967 e 1983 podem, ainda, possuir aplicação no referido fundo
  • Consulte se é o seu caso pelo link: https://cvmweb.cvm.gov.br/swb/default.asp?sg_sistema=fundo157
  • Para resgatar é necessário ir diretamente ao banco onde consta seu fundo
  • Fique atento!A declaração do Imposto de Renda não vale como comprovante da aplicação
  • Caso possua documento que indique ter havido a aplicação e não tenha registro de resgate, o investidor deverá entrar em contato com a instituição administradora para fazer o pedido

>INSS emite alerta e explica como receber a antecipação do BPC e Auxílio-doença

7) Precatórios já pagos e não sacados

  • Os credores que não sacaram precatórios e RPVs expedidas há mais de dois anos têm a grana bloqueada pelo governo
  • Os beneficiários são avisados somente após o confisco e a suspensão do pagamento
  • É possível cobrar a devolução, mas o ideal é recuperar os valores antes desse prazo

Veja se é o seu caso

  • A pesquisa pode ser feita por meio do site do Tribunal Regional Federal  (TRF)

Fale com o advogado

  • Processos que cobravam atrasados acima de 60 salários mínimos têm, por obrigação, um advogado responsável
  • Credores e herdeiros devem manter contato com o profissional para trocar informações sobre o andamento do processo
  • Em muitos casos, advogados e herdeiros perdem contato, o que acaba impedindo o saque
  • No caso de morte do credor, será preciso comprovar quem são os herdeiros por meio de inventário, por exemplo

Veja mais