Tudo o que você precisa saber sobre a ‘greve de ônibus’

Autor: Redação

Publicada em


Tudo o que você precisa saber sobre a ‘greve de ônibus’
Foto: arte/César Galvão
Do Aratu Online, parceiro do Simões Filho Online

“Vai ou não vai ter buzu?” e “vai aumentar o preço da passagem?” são alguns dos questionamentos da população após o assunto “greve de ônibus” tomar conta das rodas de conversas nos últimos dias. Em campanha salarial há 60 dias, entre assembleias e negociações, o Sindicato dos Rodoviários decidiu que os ônibus não rodam na cidade, a partir desta quarta-feira (23/5).

Veja abaixo alguns dos principais levantamentos em torno do assunto.

CONFIRA ABAIXO:

– A tarifa de ônibus vai aumentar?

NÃO. Pelo menos não por enquanto. A previsão de aumento no valor da tarifa é para janeiro de 2019.

– Os rodoviários estão pedindo o dobro do salário?

NÃO. A categoria pede um reajuste salarial de 6%

– A paralisação só vai durar 24h?

NÃO. A paralisação é por tempo indeterminado.

– A prefeitura participa das negociações entre patrões e rodoviários?

SIM, mas como intermediadora. Assim, não tem poder de decisão.

– A greve tem relação com o BRT?

NÃO. A única ligação é que ambos são ligados à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

– É verdade que os ônibus vão circular de Graça?

DEPENDE do que vai acontecer. Caso os ônibus saiam (a orientação do sindicato é que os trabalhadores fiquem em suas casas), a catraca será livre para os coletivos municipais da Integra.

– Vai ter ‘ônibus extra’?

Para minimizar o impacto da paralisação. Foram criados 35 roteiros especiais que circularão nos principais corredores de transporte, com a utilização de 800 micro-ônibus do sistema complementar e alternativo, além de vans cooperativadas que atuam em Salvador e na Região Metropolitana e ônibus de turismo. A tarifa será a mesma cobrada pelos ônibus (R$ 3,70).

Confira abaixo as áreas que serão contempladas:

EM SALVADOR

1- Subúrbio/ Ribeira/ Valéria:

– Origem: Avenida Suburbana, BA-528, Calçada, Comércio, San Martin, BR-324, Retiro, Barros Reis, São Caetano, Fazenda Grande e Retiro;

– Destino: Campo Grande, Barra, Iguatemi/ Itaigara

2 – Boca da Mata/ Cajazeiras/ Cassange/ Coração de Maria:

– Origem: Rótula da Feirinha, Águas Claras, Castelo Branco, BR-324, Estrada Velha, Pau da Lima, São Marcos, São Rafael, Avenida Luiz Viana Filho (Paralela);

– Destino: Campo Grande, Barra, Iguatemi/ Itaigara

3 – Mussurunga/ São Cristóvão/ Orla:

– Origem: São Cristóvão, Itapuã, Praia do Flamengo, Aeroporto, Boca do Rio, Piatã, Patamares, Pituba, Rio Vermelho, Vasco da Gama, Ondina, Centenário

– Destino: Lapa, Barra, Praça da Sé, Iguatemi

4 – Cabula:

– Origem: Jardim Santo Inácio, Mata Escura, Sussuarana, Tancredo Neves, Narandiba, Saboeiro, Pernambués, Cabula VI;

– Destino: Barroquinha, Campo Grande, Barra, Iguatemi/ Itaigara

5 – Brotas/ Centro:

– Origem: Luis Anselmo, Cosme de Farias, Engenho Velho de Brotas, Engenho Velho da Federação, Liberdade, Barbalho, IAPI, Santa Mônica, Pau Miúdo, Caixa D’ Água, Pero Vaz.

– Destino: Barroquinha, Campo Grande, Barra, Iguatemi/ Itaigara

EM SIMÕES FILHO

A prefeitura não apresentou nem um plano especial para atender a população que será afetada com a greve dos rodoviários, no entanto, diversas vans que realizam o transporte alternativo estarão rodando para a capital baiana.

– Origem: Praça da Bíblia, Mercado Municipal, Elmo cerejo de Farias.

– Destino: São Cristóvão e Avenida Suburbana

A partir destes pontos, os passageiros poderão pegar outra condução em Salvador.