Ataque causou pânico nos funcionários e pacientes dentro do Hospital de Simões Filho – Veja relatos

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Quem estava dentro da emergência do hospital foi surpreendido pelo barulho dos tiros | Hospital Municipal de Simões Filho – Foto: Arquivo Simões Filho Online

Uma ação ousada na noite deste domingo (11) resultou em momentos “aterrorizante” dentro do Hospital Municipal de Simões Filho, a principal unidade de emergência da cidade localizada na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Cameras de segurança registraram o crime.

O ataque causou pânico nos funcionários e pacientes da unidade, por volta das 20h30. Homens, ainda não identificados, chegou a unidade de saúde a bordo de um veículo. Um deles desceu, entrou dentro da unidade hospitalar e atirou 3 vezes contra o PM, que no momento trabalhava no posto policial do hospital – um dos tiros acertou a cabeça do policial. Ele foi medicado e transferido para o Hospital do Subúrbio na capital baiana, sendo conduzido por uma equipe do SAMU.

Testemunhas relatam terror

Quem estava dentro da emergência do hospital foi surpreendido pelo barulho dos tiros que imediatamente interromperam os atendimentos, silenciaram funcionários, pacientes e familiares, e geraram pânico pelos corredores da instituição.

Funcionários e pacientes relataram os momentos de terror dentro da unidade de saúde. “Foi tudo muito rápido, quando ouvir os disparos fiquei paralisado imaginando o que poderia ser – quando percebemos que se tratava de tiros, eu e outras pessoas saímos correndo em direção aos fundos da emergência, sem saber o que estava acontecendo de fato, só buscando abrigo para se proteger – restou correr e rezar”, contou um homem.

Uma paciente também disse que passou por um dos piores momentos de sua vida”. “Tudo aconteceu em poucos segundos. Vim em busca de atendimento médico – jamais imaginei que isso pudesse acontecer aqui no hospital. Eu estava sentido dores  e ainda passei por este susto”, relatou.

Outra disse que estava cochilando e acordou com os tiros. “A cada tiro uma sensação aterrorizante.Tive vontade de sair correndo, mas se eu fizesse isso poderia ser atingido por um dos tiros”, disse uma mulher, que prefere não se identificar.

Investigações

A Polícia Civil deve solicitar as imagens das câmeras de segurança do Hospital Municipal de Simões Filho. As imagens coletadas poderão auxiliar nas investigações. O objetivo é identificar os autores do crime.

Uma guarnição da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Polo Industrial realizou diligências na região e conseguiu localizar o veículo na Rua 20 do canal, bairro Gleba A, em Camaçari. A PM identificou que a placa do carro havia sido clonada e orientou o proprietário a comparecer na delegacia.

A Polícia vai, além de solicitar imagens, aguardar laudo pericial e ouvir testemunhas para tentar colher mais informações.

Além do cabo, o bombeiro militar, que estava no hospital, fora de serviço tentou reagir e também foi atingido no braço, ficando internado na própria unidade. Com caso mais grave, o policial militar foi transferido para o Hospital do Subúrbio.

O autor da ação criminosa roubou a arma do PM e fugiu no mesmo veículo, dirigido por um comparsa.

O caso está sendo investigado pela 22ª DT/Simões Filho, que ainda não sabe se há outros bandidos envolvidos nem a motivação do crime.

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO