Atendimentos na Zona Eleitoral de Simões Filho supera em 153% registro do período em 2015

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O Cartório Eleitoral de Simões Filho, 33º Zona Eleitoral, atendeu – somente durante o último mês de abril – 790 eleitores. O número supera em 153% o registrado no mesmo período do ano passado, quando 312 pessoas buscaram por atendimento. O aumento da procura pelos serviços se dá em função da proximidade do fechamento do cadastro e em razão dos cidadãos que deixaram para última hora a solução de pendências com a Justiça Eleitoral.

Essa quarta-feira (4 de maio) é o prazo final – em todo o país – para aqueles que precisam fazer a regularização eleitoral, solicitar a emissão da primeira via do título ou a transferência de município. Por conta do alto fluxo dos últimos dias, o atendimento a estes três serviços tem sido a prioridade do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Evite filas

Para evitar filas desnecessárias, o TRE-BA orienta aos eleitores que, antes de comparecer aos cartórios e postos do Órgão, realizem consulta sobre sua situação eleitoral. A informação pode ser visualizada no site da instituição, no menu “Eleitor”, opção “Situação eleitoral”. Na página, basta informar o nome da mãe ou o número do título.

Sobre o recadastramento biométrico, o Tribunal reforça que a novidade não será obrigatória em grande parte dos municípios baianos nas eleições deste ano. Por isso mesmo, a população deve evitar procurar o atendimento eleitoral apenas para a realização do procedimento.

Eleitores com algum tipo de deficiência física também devem obedecer ao prazo de 4 de maio para solicitar transferência de seção comum para uma seção especial.

Campanhas para diminuir os atrasos

Com o objetivo de alertar o público que não deixasse a busca do atendimento para o final do prazo, diversas campanhas foram divulgadas pelo TRE-BA e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no intuito de conscientizar sobre a necessidade de estar em dias com a Justiça Eleitoral. Os serviços ao eleitor já vinham sendo oferecidos desde novembro de 2014, quando foi reaberto o cadastro eleitoral para as Eleições Municipais de 2016.

Além dos canais de TV e emissoras de rádio, campanhas também foram realizadas por meio de redes sociais, a exemplo do Facebook, YouTube e Twitter. Entre os principais alvos das campanhas estiveram os jovens eleitores e aqueles cidadãos que tiveram seus títulos cancelados.

Documentos necessários

Para solicitar os serviços eleitorais, os cidadãos precisam se dirigir aos postos de atendimento munidos de documento oficial com foto e comprovante de residência recente. No caso do primeiro título para as pessoas do sexo masculino entre 18 e 45 anos, o comprovante de quitação militar é também obrigatório.

O fechamento do cadastro é nacional, sendo a data limite para a regularização do eleitor, que deverá comparecer às urnas no próximo dia 2 de outubro. Após 4 de maio, e até 10 dias antes das eleições, os únicos serviços que poderão ser solicitados pelo eleitor é a emissão da segunda via do título eleitoral e a certidão de quitação eleitoral.