Bahia perde 10.409 vagas com carteira assinada

Autor: Site da web

Publicada em


A Bahia fechou em outubro 10.409 vagas de trabalho com carteira assinada. O saldo foi negativo em todos os setores da economia baiana, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira, 20, pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social. Com o dado ruim do mês passado, o estado já acumula uma perda de 69.143 postos de trabalho formais nos últimos 12 meses.

De acordo com o Caged, o setor de serviços liderou as demissões em outubro, com um saldo negativo de 2.922 postos. Em seguida aparecem a construção civil (-2.671), agropecuária (-2.182), indústria de transformação (-1.100) e comércio (-1.093).

Entre os municípios, o pior desempenho foi registrado em Salvador. A capital baiana eliminou, no mês passado, 3.048 vagas formais. Lauro de Freitas (-1.392) e Casa Nova (-652) aparecem em seguida. Mucuri, no extremo sul baiano, por sua vez, liderou as contratações, com um saldo positivo de 148 novas vagas.

Os números do Caged de outubro são fruto de 1,237 milhão de admissões e 1,406 milhão de demissões. O resultado foi muito inferior ao registrado em outubro do ano passado, quando ficou negativo em 30 mil vagas pela série sem ajuste, ou seja, sem incluir as informações apresentadas com atraso pelas empresas. O ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto, não quis comentar os dados.