Bolsa Família pode ser cortado em setembro; entenda

Bolsa Família pode ser cortado em setembro; entenda
Foto: Divulgação SFO

Responsável por injetar cerca de R$ 2,6 bilhões todos os meses na economia brasileira, o Bolsa-Família está ameaçado. Tudo por conta de um entrave no congresso brasileiro, visto que deputados resistem à aprovação de um crédito suplementar de R$ 248 bilhões solicitado pelo Governo Federal.

O crédito foi solicitado pela equipe econômica de Bolsonaro para pagar, entre outros benefícios, o Bolsa Família. Sem a suplementação, há o sério risco do governo não conseguir pagar o benefício aos usuários.

Segundo Paulo Guedes, atual ministro da Economia, a paralisação do pagamento só irá acontecer se o Congresso Nacional não aprovar o crédito suplementar.

Na última semana, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, também se manifestou e pediu apoio de parlamentares na aprovação de crédito suplementar de R$ 248 bilhões. Sem a aprovação do crédito suplementar, os pagamento do Bolsa Família pode ser interrompido em setembro.

Detran continua fazendo a nova CNH digital de graça; veja passo a passo

De acordo com Ministério da Cidadania, os recursos são necessários para o funcionamento regular do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Terra afirmou que o montante aprovado no governo passado não é suficiente para pagar os benefícios sociais até o fim do ano e por conta disso, pode faltar recursos para o pagamento dos benefícios do Bolsa Família.

Segundo o ministro, os recursos programados durante o Governo Temer não condizem com as reais necessidades dos programas atualmente. “Foram quase R$ 36 bilhões em cortes. Isso pode inviabilizar o pagamento de benefícios sociais. Mas, tenho confiança de que os deputados e senadores terão sensibilidade e aprovarão o PLN”, disse Terra.

400 mil trabalhadores entram na justiça e pedem correção do FGTS

PAGAMENTOS DE MAIO

Apesar do impasse, mais de 14,3 milhões de famílias de baixa renda em todo o país já estão recebendo o pagamento do Programa Bolsa Família referente ao mês de maio.

O Ministério da Cidadania já está transferindo cerca de R$ 2,6 bilhões aos benefícios desde a última segunda-feira (20/05) e os pagamentos continuam até o dia (31/05).

O valor médio desembolsado para cada família neste mês é de R$ 186,73, mas tem famílias que recebem até R$ 372,00.

Vidente previu a morte do cantor Gabriel Diniz em fevereiro; assista Vídeo

Calendário

O repasse do benefício segue o calendário escalonado. Para saber o dia em que poderá sacar, o beneficiário deve conferir o Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão do programa.

Os que terminam com final 1 podem sacar no primeiro dia do pagamento. Os com final 2, no segundo dia, e assim por diante.

Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses.

DIAS DE PAGAMENTO DE MAIO

Final do NIS 1 – Pagamento em 20/05

Final do NIS 2 – Pagamento em 21/05

Final do NIS 3 – Pagamento em 22/05

Final do NIS 4 – Pagamento em 23/05

Final do NIS 5 – Pagamento em 24/05

Final do NIS 6 – Pagamento em 27/05

Final do NIS 7 – Pagamento em 28/05

Final do NIS 8 – Pagamento em 29/05

Final do NIS 9 – Pagamento em 30/05

Final do NIS 0 – Pagamento em 31/05

INSS: Pagamento do 13º aposentados, veja o calendário e como receber o valor

Veja mais