BOLSA FAMÍLIA: Programa “Futuro na Mão” vai levar educação financeira para beneficiárias

Autor: Redação

Publicada em


O Ministério do Desenvolvimento Social lançou nessa segunda-feira (14) o programa Futuro na Mão. A iniciativa vai incentivar a reflexão e a troca de ideias sobre prática de educação financeira para mais de 200 mil mulheres beneficiárias do Bolsa Família. A intenção é melhorar a gestão do orçamento familiar, quebrar o ciclo da pobreza entre gerações e garantir o bem-estar das famílias atendidas pelo programa. 

Para isso, serão ofertados cursos nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), no âmbito do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif). Ao todo serão três encontros, cada um com objetivos específicos. O material utilizado, desenvolvido em parceria com beneficiárias do Bolsa Família, baseia-se em três eixos: formação de reservas, planejamento financeiro e controle de dívidas.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, a inovação será uma das marcas do projeto. “Devido ao seu público potencial e pioneirismo, o Futuro na Mão será um dos maiores programas de educação financeira voltado para famílias de baixa renda do mundo”, afirma. O programa conta com o financiamento do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O ciclo de formação dos técnicos do Sistema Único de Assistência Social (Suas) responsáveis por realizar as oficinas começou nesta terça-feira (15), em São Paulo, primeiro Estado a receber a Semana de Formação. Na primeira etapa do programa, estão previstas 10 capacitações com duração de uma semana cada, promovidas em todas as regiões do país para a formação de 1.200 facilitadores.

Nesta primeira fase do Futuro na Mão, que será executada até dezembro, 560 municípios serão convidados a aderir à iniciativa.

 

VEJA NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO