Bolsonaro anuncia que não vai atuar nas eleições municipais

Crédito: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta sexta-feira  (28) que decidiu não atuar no primeiro turno nas eleições para prefeitos, que acontece em novembro, em todo o país. “Tenho muito trabalho na presidência e, tal atividade, tomaria todo meu tempo num momento de pandemia e retomada da nossa economia”, escreveu em publicação em seu perfil oficial nas redes sociais.

>Bolsonaro prorroga programa emergencial de manutenção do emprego e da renda

Ainda de acordo com Bolsonaro, entretanto, ele continua trabalhando para a homologação do partido Aliança pelo Brasil, criado em novembro do ano passado, após o presidente deixar o PSL, partido pelo qual se elegeu. Para a legenda ser homologada, o presidente precisa realizar a coleta de cerca de 500 mil assinaturas em pelo menos nove estados, e as rubricas precisam ser validadas, uma a uma, pelo Tribunal Superior Eleitoral.

>Bolsonaro critica derrubada do veto que impede reajuste a servidores

“Em comum acordo tenho conversado com 3 outros partidos para o caso de não se concretizar a tempo o Aliança. Nessa segunda hipótese, de ambos os lados, se impõe condições para essa filiação. Isso também decidi que somente poderia acontecer em 2021”, explicou sobre o seu plano para filiação, caso o Aliança pelo Brasil não possa ser oficializado.

>Bolsonaro participa de ato em seu apoio em Brasília

O presidente desejou boa sorte a todos os candidatos. “E, principalmente, aos eleitores nessas escolhas”, escreveu.

As eleições municipais

Neste ano, as eleições  estão marcadas, em primeiro turno, para 15 de novembro e, em segundo turno, para 29 de novembro. Originalmente realizado em outubro, este ano o pleito foi adiado em razão da pandemia do novo coronavírus covid-19.

Veja mais