C&A oferece vagas temporárias na Bahia – Não exige experiência

Autor: N1 BAHIA

Publicada em


Com intuito reforçar o quadro de funcionários durante o período de Natal, a rede de moda e vestuário C&A seleciona candidatos várias vagas temporárias, distribuídas por diversas lojas da empresa em todo o Estado da Bahia.

Vagas

As oportunidades são para a carreira de operador de vendas e serviço de varejo, com exigência de ensino médio completo. Não é exigida experiência para os cargos, mas é imprescindível ter disposição para aprender, ser dinâmico e gostar de trabalhar com o público.

Os selecionados serão responsáveis por garantir os processos operacionais; o atendimento atencioso e cordial aos clientes; cumprir as metas de vendas individuais e em grupo estabelecidas pela empresa; além de adquirir rapidamente conhecimento suficiente para atuar em diferentes áreas da loja.

O valor dos salários e os benefícios oferecidos não foram informados.

Veja outras vagas abertas na Bahia

Inscrições

Os interessados devem cadastrar o currículo no site www.cea.com.br/trabalhe-conosco – Ou diretamente através deste link

Direitos

Se você optou por uma vaga temporária, que sempre oferece ao trabalhador uma alternativa para geração de renda, saiba que é preciso ficar atento às leis para um contrato correto. De acordo com o Ministério do Trabalho, o emprego temporário é permitido em apenas duas situações comprovadas. O colaborador só pode ser contratado pela necessidade transitória de substituição de empregados ou acréscimo extraordinário de serviço, como ocorre nos meses que antecedem o Natal, Dia das Mães e Páscoa, por exemplo.

De acordo com a legislação, são garantidos aos temporários os direitos de remuneração equivalente ao empregado da mesma categoria da empresa ou não havendo, o salário mínimo; limite diário e semanal de jornada; hora extra; repouso semanal remunerado; adicional noturno; seguro contra acidente; recolhimento de INSS e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); registro de temporário na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e indenização na rescisão antecipada, dentre outros.

Além disso, vale ressaltar que o contrato apenas pode ser firmado pelo prazo de três meses, salvo com autorização prévia do Ministério do Trabalho, pelo prazo máximo nove meses, quando houver justificativa plausível para os casos de substituição de empregados.

Dicas para entrevista

Considerada um dos momentos mais decisivos do processo da seleção profissional, a entrevista de emprego oferece ao recrutador a possibilidade de conhecer as habilidades técnicas e comportamentais do candidato, além de saber o que o concorrente espera da organização e de que forma poderá contribuir para o alcance dos objetivos da empresa. Por outro lado, o entrevistado tem a chance única de fazer uma boa apresentação pessoal, o que poderá colocá-lo à frente dos demais que disputam a vaga.

A principal recomendação para o candidato é apresentar-se de forma positiva, expondo com clareza suas habilidades e evidenciando seus objetivos profissionais. Geralmente, as companhias esperam que o postulante possua as competências para a vaga solicitada e, é no momento da entrevista, que essa qualificação será avaliada.

Antes da entrevista, a dica é pesquisar sobre as missões e valores da empresa e fazer uma lista de perguntas que poderão ser feitas pelo entrevistador para tentar respondê-las. Outro ponto determinante é relacionar seus pontos fortes e fracos, procurando soluções para minimizar os desfavoráveis. Além disso, é fundamental buscar informações sobre a vestimenta adequada para o ambiente em questão e o acesso ao local da entrevista, evitando chegar atrasado.

Na hora da entrevista, seja transparente e responda de forma tranquila, sem mentiras ou exageros. Tente apontar os pontos fortes e fracos de maneira sincera e especifique as qualidades para o cargo desejado, sem exceder quanto ao seu potencial. Também é importante evitar falar mal da empresa ou dos colegas com quem trabalha ou trabalhou e, em hipótese alguma, coloque no currículo ou crie histórias que não poderão ser comprovadas.