Caged divulga dados oficiais sobre a criação de empregos em Simões Filho; Em 2 anos, saldo é de 1.587 vagas

.

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Carlos Augusto

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), divulgou nesta quinta-feira (20/12), dados oficiais sobre a criação de empregos em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A reportagem do SIMÕES FILHO ONLINE teve acesso aos números oficiais.

Novembro em Simões Filho

De acordo com o Ministério do Trabalho, Simões Filho fechou o mês de novembro com 7 postos de trabalho formais criados. Esse resultado é o saldo, ou seja, a diferença entre contratações e demissões. Em novembro, foram 961 contratações e 954 demissões.

2018 em Simões Filho

O órgão do Ministério do Trabalho, também trouxe o número de contratações formais na cidade no período de janeiro a novembro de 2018. Nesses 11 meses, o município teve cerca de 12,6 mil contratações e 10,7 mil demissões, gerando um saldo positivo 1.828 novas vagas. Vale lembrar que a  assessoria do Caged explicou ao SIMÕES FILHO ONLINE que o saldo de empregos é gerado a partir da diferença entre admissões e demissões.

Saldo da gestão de Dinha

Em toda a gestão do prefeito Diógenes Tolentino – Dinha (MDB) – Um ano e 11 meses – o saldo foi de 1.587 novas vagas geradas, segundo o Caged, o que contraria os números divulgados recentemente pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Wilton Ramos, que divulgou equivocadamente a criação 3.522 vagas.

O CAGED mostra ainda, que a última vez em que a criação de empregos tinha superado o nível de 1.587 vagas criadas tinha sido no ano de 2010, quando as contratações tinham superado as dispensas e Simões Filho criou 4.482 vagas, a maior já registrada na história do município, segundo aponta o Ministério do Trabalho.

Ainda sobre a gestão do Prefeito Dinha, o Caged informou que nesses dois anos, a cidade teve 13,6 mil contratações e 11,8 mil demissões, gerando o saldo de 1.587 empregos criados.

Pais

Segundo Caged, o emprego formal manteve a tendência de crescimento  em todo o Brasil. No pais, foi registrando saldo de +58.664 postos de trabalho, equivalente à variação de +0,15% em relação ao mês anterior. Esse resultado decorreu de 1.189.414 admissões e de 1.130.750 desligamentos. Foi o melhor saldo do mês de novembro desde 2010, apontou o Ministério do Trabalho. Vale lembrar que os dados do Caged consideram apenas os empregos com carteira assinada.

Promessas futuras

Atualmente o CIA possui 152 empresas entre multinacionais e marcas brasileiras, sendo que 40% da mão de obra ativa da cidade trabalham nestas fábricas. Segundo a Prefeitura de Simões Filho, a estimativa é que o município tenha um investimento de R$ 2 bilhões, com geração de 11 mil vagas de empregos diretos e indiretos até 2019.