Caixa vai liberar R$ 42 bilhões em saques do FGTS de contas ativas e inativas; consulte seu saldo

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


O governo federal deve anunciar nesta quinta-feira (18/07), a liberação dos saques das contas ativas e inativas do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS). O Governo afirmou ainda que, com a aprovação em primeiro turno da reforma da Previdência na Câmara, governo irá anunciar medidas de estímulo à economia. O objetivo é liberar R$ 42 bilhões com os saques do FGTS. A informação foi feita pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, na terça-feira (16), em entrevista à Imprensa.

A liberação do FGTS valerá para os trabalhadores com contas ativas ou inativas. O ministro da Economia Paulo Guedes disse ainda que o anúncio das regras de liberação dos benefícios pode ser nesta quinta-feira(18) ou sexta-feira (19).

Os trabalhadores que tiverem direito ao benefício podem consultar, na Caixa Econômica Federal, o quanto tem de recurso acumulado nas contas.

Saiba como conferir o saldo do FGTS de contas ativas e inativas

Para saber se você terá direito a retirar o crédito, é possível consultar o saldo no site da Caixa Econômica Federal ou do próprio benefício. Além disso, com o aplicativo para smatphone é possível acompanhar também os depósitos realizados e informações sobre a retirada.

Outra opção para os trabalhadores que querem se informar é se cadastrar no site para receber mensagens via celular ou por e-mail. Já o aplicativo pode ser baixado gratuitamente por celulares do sistema Android, IOS e Windows.

Aos que preferirem realizar a operação pessoalmente, é possível consultar extrato no balcão de agências da Caixa ou em um posto de atendimento, junto ao Cartão Cidadão do banco.

Para consultas via internet, o trabalhador precisa ter em mãos o número do NIS ou do PIS, disponíveis na carteira de trabalho. Com o cadastro completo, os interessados também conseguem checar os lançamentos feitos no cartão cidadão, nos últimos seis meses. Ainda não há a opção de consulta do saldo via telefone.

Os brasileiros que estão no exterior devem reportar às embaixadas para conferir o saldo e a possibilidade de saque do fundo.