Camaçari: Padrastro é o principal suspeito de ter matado menino de 7 anos

O garoto morava com a avó e passava férias com a mãe

Autor:

Publicada em


O padrasto de Carlos Henrique Maia Moura Santos, o menino de sete anos, encontrado morto em um córrego, na última sexta-feira, 09, em Camaçari,  é o principal suspeito do crime de ter cometido o crime, segundo informou a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) do município.

De acordo com a titular da unidade,  a delegada Maria Tereza,  em depoimento a  avó da  criança, relatou que a vítima havia se queixado várias vezes que era mal tratada pelo suspeito.

Uma outra testemunha também teria afirmado ouvir uma criança chorando, um homem xingando e em seguida o barulho de uma pá supostamente  batendo na vítima. Em contato com o portal Bahia no Ar, a 18 ª Delegacia Territorial (DT/Camaçari) – que auxilia nas investigações, informou que  a unidade continua apurando os fatos e ouvindo  algumas pessoas para concluir  o caso.

O crime

O garoto  que morava com a avó e passava férias com a mãe, brincava com amigos na rua quando desapareceu em Camaçari, no dia 7 de janeiro. Dois dias após o desaparecimento, o corpo do menino foi encontrado boiando em um córrego na localidade conhecida como Pinho, no bairro da Bomba.

Segundo informações da polícia, o a vítima apresentava  marcas na cabeça e diversos arranhões pelo corpo.

*Bahia No Ar