Camaçari, Salvador e Simões Filho são as cidades que mais registraram “Zika”

Autor: Redação

Publicada em


A “doença misteriosa”, diagnosticada pelo Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Ufba como Zika Virus, teve 5.067 registros até o momento, sendo a maior concentração nos municípios de Camaçari (2.296); Salvador (1.051); Simões Filho (486); Jequié (396); Itiúba (222); Valença (66); Feira de Santana (40); Ruy Barbosa (31); Várzea do Poço (25); Ibiquera (21); Camamu (20); Una (19); Itacaré (17); São José da Vitória (16); Ponto Novo (14); Santo Antônio de Jesus (12); Filadélfia (10); Itatim (10) e São Felipe (10).

As pessoas apresentam sintomas como febre branda, manchas na pele, diarréia, dores nos olhos. O ‘Zika vírus’, uma doença inédita na América Latina, porém muito comum em diversas regiões da África e Ásia. Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) afirmaram ter encontrado o vírus em amostras de sangue de pacientes da cidade baiana, mas a presença da doença ainda não foi confirmada pelo governo federal. “O Ministério da Saúde acompanha a situação e participa da investigação dos casos” registrados nos Estados da Bahia, Maranhão, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe e Paraíba. Saiba Mais sobre o vírus