Campanha de vacinação é antecipada em Camaçari

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Em Camaçari, a campanha de mobilização nacional contra a Influenza Sazonal (gripe) foi antecipada para segunda-feira (18/04). As doses estarão disponíveis nas USFs (Unidades de Saúde da Família) do Gravatá, Phoc I e Parque Florestal e nas UBSs (Unidades Básicas da Saúde) do Gravatá, Arembepe e de Vila de Abrantes. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A campanha será antecipada na Bahia e em outros estados, devido aos casos de mortes causados pelo vírus da influenza. Segundo a Sesab (Secretaria de Saúde do Estado da Bahia), até a semana passada, foram registrados 11 casos de H1N1, com três mortes em Salvador. Com a intensificação da mobilização, a Sesab pretende reduzir a mortalidade, as complicações e infecções causadas pela doença.

O Dia Nacional da Campanha contra a Influenza Sazonal é dia 30 de abril, data em que a Sesau (Secretaria da Saúde) promove a vacinação no Espaço Conviver (Centro de Convivência do Idoso), a partir das 8h. Esse ano, a meta é vacinar 80% do público-alvo, estimado em mais de 37 mil pessoas. No ano passado, o Município alcançou o índice de 74% do esperado.

A vacina, que ficará disponível até 30 de maio, é destinada a idosos, crianças maiores de seis meses e menores de quatro anos, profissionais da saúde, mulheres grávidas ou que deram a luz há menos de 45 dias, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade, em sistema socioeducativo. As demais vacinas do calendário de imunização continuam sendo oferecidas de forma regular.

A campanha de vacinação tem o intuito de contribuir para a imunização dos moradores e reduzir os índices de hospitalização e de mortes decorrentes das complicações geradas pelas doenças respiratórias. Além disso, a medida visa assegurar a interrupção da cadeia de transmissão da gripe no Município. De acordo com a Vigilância Epidemiológica de Camaçari, a vacina não deve ser tomada por pessoas alérgicas a algum componente da vacina, incluindo ovo, e por pessoas que tenham apresentado alergia na campanha anterior.

Mesmo com a campanha, autoridades sanitárias recomendam à população alguns cuidados, como lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar tocar a face com as mãos e proteger da tosse e dos espirros com lenço descartável, além de manter os ambientes ventilados e evitar aglomerações e ambientes fechados.