Carro da ACCI que transporta crianças em tratamento do câncer de Simões Filho se envolve em grave acidente na BR 324

Autor: Redação

Publicada em



Um grave acidente envolvendo três veículos, nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (23/11), deixou o trânsito lento da BR 324, no trecho da cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, nas proximidades do posto Fonfon. Entre os envolvidos, o carro da Associação de Apoio ao Combate do Câncer Infantil (ACCI) de Simões Filho, ficou completamente destruído.

De acordo com as primeiras informações enviadas a redação do SIMÕES FILHO ONLINE, o condutor do veículo, que também é o presidente da instituição, Sérgio Oliveira chegou a ficar preso nas ferragens, e por mais incrível que pareça, ele não se feriu no acidente.

“Deus mais uma vez demonstrou a fidelidade dele para conosco, porque pelas fotos vocês podem perceber que realmente foi Deus. Eu fiquei preso, mas não tive nada – eu sair sem um corte se quer”, disse Sérgio ao SIMÕES FILHO ONLINE.

Presidente da instituição, Sérgio Oliveira. Não ficou ferido e passa bem

Por sorte, o veículo que transporta diversas crianças todos os dias para unidades de saúde especializadas no tratamento do câncer em Salvador estava vazio no momento do engavetamento, isso porque o veículo havia acabado de deixar uma criança em Salvador, e no retorno para Simões Filho aconteceu o acidente. [Veja mais fotos do acidente no final da matéria]

Além de Sérgio, mais dois condutores se envolveram no acidente, um veículo de médio porte e um caminhão.

Em contato com o SIMÕES FILHO ONLINE, Sérgio disse que apesar de não ter sofrido ferimentos externos, estava sentindo dores e por conta do estado de choque,  procurou atendimento no Hospital Municipal de Simões Filho, onde segundo ele, foi mal recepcionado.

“As atendentes me colocaram pra ficar esperando na recepção – fiquei lá –  após um acidente grave desse. Posso ter batido a cabeça ou algo assim. Eu fiquei uns dez ou quinze minutos esperando somente a triagem e quando eu resolvi que ia para minha casa, falei com a atendente que se eu passasse mal eles seriam responsabilizados, porque, vítima de acidente tem que ser priorizado. É um despreparo total daquele pessoal, a realidade é esta”, disse Sérgio.

Sobre as circunstâncias do acidente, Sérgio contou como tudo ocorreu. “Um caminhão grande freou de vez, porque já tinha acontecido alguma coisa lá na frente. O motorista do caminhão disse que tinha engarrafado e dois carros se tocaram. Eu consegui frear e não encostei no caminhão, só que aí veio outro carro atrás e me empurrou para baixo do caminhão que estava na minha frente“, explicou ele.

Sergio ainda informou que um ônibus que vinha um pouco depois também se chocou no engavetamento e o carro dele foi ficando cada vez mais imprensado. Ele conta que chegou a ficar sem o movimento das pernas por alguns minutos, mas depois tudo voltou ao normal.

De acordo com a Via Bahia, concessionária que administra a rodovia, a faixa esquerda chegou a ser bloqueada, deixando o trânsito lento na região. A Via Bahia informou ainda que a faixa já foi liberada e o trânsito voltou a fluir normalmente, ainda com lentidão.

O projeto social “Vivo Feliz ACCI – Apoio ao Combate ao Câncer Infantil”, fica localizado na Avenida Baraúna – no Bairro Parque Continental, em Simões Filho.

VEJA FOTOS DO ACIDENTE:

Trânsito ficou lento na região

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO