Caso Andreza Victória: ex-namorado é condenado a 16 anos de prisão pela morte da jovem

Autor: Do Aratu On, parceiro do Simões Filho Online

Publicada em


O réu Adriel Montenegro dos Santos, de 23 anos, foi condenado a 16 anos e sete meses de prisão pela morte da então namorada, Andreza Victória, na época com 15 anos, no dia 17 de abril de 2017. A sentença foi proferida pela juíza Gleizi Almeida, nesta sexta-feira (19/7), após mais de dez horas de julgamento, no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador.

Adriel pegou mais um ano de prisão por porte ilegal de arma, totalizando 17 anos e sete meses de reclusão.

Após a condenação, a prima de Adriel, Ancy Lavínia Pereira dos Santos, será encaminhará para a delegacia, por abertura de falso testemunho.

CRIME

Andreza levou um tiro na nuca, na casa de Adriel, no bairro de Itapuã, no dia 17 de abril de 2017. Ele foi preso em setembro de 2017, depois de passar cinco meses foragido.

Adriel foi denunciado pelo Ministério Público por homicídio, com motivo torpe, sem possibilitar defesa da vítima e feminicídio, além de porte ilegal de arma.