Cidade abandonada: Lixo se acumula em diversas ruas de bairros em Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


Foto registrada por leitores no último fim semana

A população de Simões Filho, na região Metropolitana de Salvador (RMS) está sofrendo com a coleta urbana de lixo, que vem apresentando falhas há mais de um ano. O resultado é uma cidade suja e uma população correndo risco de contrair doenças. O SIMÕES FILHO ONLINE percorreu diversas regiões para saber como tem sido realizado o serviço de coleta. Em vários pontos, há reclamações de que o caminhão de coleta passa com atrasos. Em outros, há denúncias de que o lixo deixa de ser recolhido, e com tanto tempo no sol, o mau cheiro se espelha e insetos começam a surgir.

Moradora do Bairro da Pitanguinha, Sueli Santos, acredita que a falta de regularidade na coleta acaba contribuindo para que o cidadão perca a referência dos horários. “A coleta está muito irregular, principalmente este ano. Há tempo que o caminhão não tem um horário fixo para passa aqui. Você não sabe nem a que horas colocar o lixo para fora. Tento colocá-lo na rua perto do horário da coleta para evitar que animais revirem o lixo. Mas, sem previsão, isso é quase impossível”, disse.

Até a Via Universitária que será inaugurada nesta segunda amanheceu suja.

No  bairro Vida Nova, a percepção dos moradores e comerciantes é a mesma: a irregularidade colabora para a sujeira. “Eu fico olhando e saio correndo para colocar na hora certa, mas muita gente deixa o lixo em qualquer horário, sem saber se passou ou não”, diz a dona de casa Aline Silva.

“Fica muito lixo aqui na porta de minha casa. Fica um cheiro insuportável. Esta situação está insustentável”, disse a moradora Maria Cristina.

Até mesmo as crianças já estão reclamando do grave problema. “As vezes não podemos brincar aqui na rua pelo mau cheiro”, disse o estudante Alan Souza.

O SIMÕES FILHO ONLINE tentou contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Simões Filho, mas as ligações não foram atendidas.