Confira as dicas para uma boa prova no concurso da Prefeitura de Salvador

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Concorrer a uma das 368 vagas do concurso da Prefeitura é uma grande oportunidade para quem está em busca de um cargo ou de melhores condições de trabalho. Conquistá-la, no entanto, exige dedicação. Uma das primeiras iniciativas para quem quer se candidatar é ler atenciosamente o edital. A leitura e releitura do documento permite que o candidato tenha pleno conhecimento de todas as exigências do certame.

Professor do curso Os Aprovados, Carlos Humberto Moreira recomenda também organizar os estudos, focar nos assuntos que são considerados mais difíceis e definir horas diárias para se dedicar. “Cada estudante tem o seu tempo, mas é preciso ter disciplina. O recomendável é estudar, no mínimo, duas horas por dia. Para aqueles que têm a semana muito ocupada com trabalho, o ideal é reservar os finais de semana e, no momento de estudo, esquecer as redes sociais e o bate-papo”, afirma Carlos “Helmans”, como é conhecido no cursinho.

Após ler ou assistir vídeo-aulas sobre o assunto da prova, o candidato não pode esquecer de resolver questões de concursos anteriores. Carlos “Helmans” explica que as questões se repetem, o que muda é apenas o contexto. “Resolvê-las dará uma noção de como o assunto será cobrado. A dica é estudar um assunto e em seguida responder às questões relacionadas. Além disso, é bom observar a maneira como a banca elabora as perguntas”, diz.

Na prova de concurso para ensino médio da Prefeitura, que costumam ter uma concorrência maior, vão cair os seguintes assuntos básicos: língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática e legislação institucional. Além dos assuntos básicos, serão cobrados conhecimentos específicos, de acordo com cada cargo, e Teste de Aptidão Física (TAF).

Os cargos para ensino médio são os de agente de trânsito e transporte (com 30 vagas mais cadastro de reserva), agente de fiscalização municipal (5 vagas mais cadastro de reserva), agente de salvamento aquático (10 vagas mais cadastro de reserva) e Guarda Civil Municipal (50 vagas mais cadastro de reserva).

Descanso – Depois da maratona de estudos, o descanso é sempre bem-vindo. “A mente também precisa descansar, principalmente após um longo tempo de dedicação. O candidato que estudou muitas horas seguidas e se sente cansado deve parar um pouco, assistir um filme, fazer alguma atividade recreativa ou dormir. É muito importante! Inclusive, a véspera da prova é um momento para relaxar e deixar que toda a aprendizagem feita até o momento possa fluir no dia seguinte”, sugere Helmans.

Experiente no assunto, o guarda civil municipal Antônio Carlos Magalhães, de 39 anos, orienta os candidatos aos cargos de nível médio a iniciar logo o treino para o TAF, antes mesmo de fazer a prova objetiva. “O período entre a aprovação na prova objetiva e o TAF é muito curto. Por isso, muita gente que deixa para a última hora acaba sendo eliminada, principalmente na barra, que é um dos exercícios comumente cobrados”, conta ACM.

Durante a prova objetiva, a dica é prestar muita atenção no enunciado. “É melhor buscar compreender do que tentar fazer várias questões sem entender o que está sendo pedido”, complementa.

Inscrições – As inscrições para o concurso da Prefeitura seguem disponíveis até as 16h do dia 7 de maio, pelo site www. fgv. br/ fgvprojetos/ concursos/ pms2019. O valor é de R$ 80 para os cargos de nível médio e nível técnico e de R$ 100 para aqueles de nível superior. As provas objetiva e discursiva estão marcadas para o dia 16 de junho. A remuneração pode chegar a R$ 10.902,71, de acordo com o cargo. Mais informações sobre o concurso podem ser acessadas no edital, disponível na página da FGV.