Conselho de Ética começa a analisar hoje os processos de  Daniel Silveira e Flordelis

Conselho de Ética começa a analisar hoje os processos de  Daniel Silveira e Flordelis
Conselho de Ética começa a analisar hoje os processos de  Daniel Silveira e Flordelis/ Foto: reprodução

Conselho de Ética começa a analisar hoje os processos de  Daniel Silveira e Flordelis

Os processo contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), por quebra de decoro parlamentar,  e da deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de participar da morte do esposo devem começar a ser examinados nesta terça-feira pelo Conselho de Ética da Câmara.

Os processos podem levar à cassação do mandato parlamentar. O deputado Daniel Silveira foi preso em flagrante na terça, 16, após ter publicado um vídeo com apologia ao Ato Institucional 5 (AI-5) – instrumento de repressão da ditadura militar – e defesa de destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A prisão foi determinada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes e confirmada por unanimidade pelo plenário da Corte. Em uma votação na sexta, 19, a Câmara decidiu manter a prisão do deputado por 364 votos a 130.

No Conselho de Ética, Silveira responderá a uma representação apresentada pela própria Mesa Diretora, órgão formado pelo presidente, Arthur Lira (PP-AL) e mais seis integrantes titulares e que é responsável pela gestão administrativa e algumas decisões políticas da Casa.

Já Flordelis é acusada de ter sido a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019. A deputada nega as acusações e se diz alvo de “perseguição política”. Por ter imunidade parlamentar, ela segue em liberdade, mas, desde setembro, tem sido monitorada por tornozeleira eletrônica.

A representação contra a deputada foi apresentada pelo deputado Léo Motta (PSL-MG). Pelo fato de o autor ser um parlamentar e não um partido, o caso precisou passar pela Corregedoria da Câmara, que recomendou o envio do processo ao Conselho de Ética.

O presidente do Conselho de Ética acredita que os membros do colegiado vão fazer uma avaliação de forma responsável, dando uma resposta à sociedade sobre os processos.

>>PEC que viabiliza pagamento do Auxílio Emergencial será votada nesta quinta-feira

Veja mais