Contrário à ampliação de cadeiras ano passado, Genivaldo Lima mostra força política ao conquistar por unanimidade Presidência da Câmara

Autor: Fonte: Redação Rede Imprensa: Marcos Castelli

Publicada em


Após três tentativas com o projeto liderado para governar Simões Filho, cidade que fica na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o grupo que outrora era “oposição” durante os últimos 8 anos de governo do prefeito cessante, José Eduardo Mendonça de Alencar (PSD), após a vitória do novo mandatário, Diógenes Tolentino de Oliveira (PMDB), as repercussões logo após o pleito do dia 02 de outubro de 2016, à respeito do apoio na Câmara, findaram no último domingo (01), com a votação por unanimidade e oficialização do novo Presidente do Legislativo.

Defensor ferrenho ao seu grupo, líder da oposição na última legislatura, o demista Genivaldo Lima, mostrou força ao vencer em chapa única e conquistar a Presidência da Casa.

Apesar do ano anterior, condenar a ampliação de cadeiras de 17 para 19 na Câmara de Simões Filho, a nova composição que garantiu 2 vagas entre os 10 novos eleitos, provavelmente não foi fator para que alguém evitasse dar o voto. Após árduo trabalho para conseguir o apoio dos edis e alguns outros declinarem da candidatura à Presidência, como Orlando de Amadeu (PSDB) e Jailson Soares Bispo (PP), a vitória foi comemorada por Lima.

Apesar do duodécimo repassado pela Prefeitura para à Câmara ser fixo e os vereadores votarem pelo aumento de cadeiras, no entendimento de Genivaldo o momento pelo qual o país enfrenta seria sábio, inclusive, a diminuição de vagas. O suplente e diplomado vereador na época, Luciano Almeida (PMDB), chegou a dizer que deveria ser um número entre 15 vereadores.

Após a ida do vereador diplomado Eri Costa para à Secretaria Municipal de Administração, Luciano Almeida deverá ocupar a cadeira na Câmara.

De acordo com Genivaldo Lima em entrevista com a imprensa local, uma das suas competências serão colocar em práticas algumas ações que ficaram para atrás, ou seja, que não foram realizadas pelo petista, Joel Cerqueira. Ainda de acordo com ele, a prioridade é com o apoio do prefeito Dinha; implantar o elevador que dará condições para os deficientes físicos ter acesso ao primeiro piso da Casa, além da expectativa também de melhorar o diálogo com as comunidades, através, das sessões itinerantes.

Presidente da Câmara de Simões Filho, Genivaldo Lima )(DEM) – Reprodução/Facebook

Na posse, a “UNIDADE” reforçada pela maioria dos vereadores em discurso, demonstram que “AGORA”, nem situação; nem oposição encabeçará o novo projeto da “Boa Terra; Boa Gente”, e sim, a união entre os poderes para que os munícipes percebam, principalmente no início, em época de organizar a casa, o desejo de desenvolver de uma forma pujante os diversos setores da Gestão Pública, além do incentivo e estímulo para o resgate do sentimento de pertencimento em ser “Simões-Filhense”.

Entre os discursos de posse, o “RedeImprensa”, observou duas falas que demonstram a força da nova liderança em Simões Filho.

O vereador Everton Paim (PSD), outrora oposicionista da atual gestão, no discurso de posse garantiu apoiar o novo prefeito. “Vamos estar com Dinha sim; porque Simões Filho irá melhorar”.

Já o ex-vice prefeito, Manoel Almeida de Jesus (PSD), que como mais velho liderou a abertura de posse até à composição da nova mesa diretora; minimizou às críticas feitas pela população, além, de evitar polêmicas, ele que chegou a ser cogitado e confirmado diante do povo de Simões Filho que seria o candidato do prefeito cessante.

Neco agradeceu sua família, o grupo político e os eleitores que confiaram no seu nome e finalizou o seu discurso também tecendo apoio ao novo projeto escolhido pela maioria da população. “Tivemos momentos adversos Dinha. Sou um incansável e junto contigo construiremos a cidade dos sonhos”.

CONFIRA COMO FICOU A COMPOSIÇÃO DA MESA DIRETORA PARA O BIÊNIO 2017/2018

Presidente da Câmara: Genivaldo Lima (DEM)

1º Vice-presidente: Denilson das Neves Santos (PSD); continua no mesmo cargo do biênio 2015/2016.

2º Vice-presidente: José Arnoldo dos S. Simões (PRB); continua no mesmo cargo do biênio 2015/2016.

1º Secretário: Jailson Soares Bispo (PP)

 2º Secretário: Elimário Lima (PSDB)

Fonte: Redação Rede Imprensa: Marcos Castelli