Corpo de idosa aguarda há mais de 20 horas por liberação no Hospital Municipal de Simões Filho

Autor: Redação

Publicada em


A família de Alvina Paranhos dos Santos, de 77 anos, aguarda há mais de 20 horas pela liberação do corpo da idosa no Hospital Municipal de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS).

A mulher morreu por volta das 20 horas deste domingo (17/02), após ter dado entrada sentido forte dores abdominais, mas a família só foi comunicada do falecimento na manhã desta segunda-feira (18/02).

O filho da idosa, o Tenente PM Itamar França, de 59 anos, diz que não havia aparelho na unidade para realização de um exame para atestar a causa do óbito e que por isso o hospital teve de acionar o Instituto Médico Legal (IML),  mas até a publicação desta nota, o corpo não havia sido recolhido da unidade de saúde.

Itamar França conta ainda que já não sabe mais o que fazer para resolver a situação. “Eu já fiz a solicitação e até agora o corpo não foi liberado, pois o Nina não veio pegar o corpo. Eu peço que as autoridades tomem uma providencia”, disse.

Até às 17:50 desta segunda-feira (18/02), familiares permaneciam no hospital à espera da liberação do corpo. A medida é necessária para que possam dar prosseguimento à documentação em cartório e o sepultamento de dona Alvina.

O SIMÕES ILHO ONLINE tentou contato com a Assessoria de Comunicação do Hospital Municipal de Simões Filho, mas as ligações não foram atendidas.