Criança de 9 anos sai para passear com padrasto e morre com tiro a queima roupa em Camaçari

O padrasto do menino confessou que cometeu o crime sem querer.

Autor: Débora Souza

Publicada em


Padastro confessou o crime

Um menino de apenas 9 anos morreu na noite desta terça-feira (22/8) após ser atingido por uma bala perdida dentro de uma residência na Rua Tiririca, na localidade de Cachoeirinha, em Barra do Pojuca, orla de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a polícia militar, a guarnição encontrou o menino ferido por arma de fogo já sem vida. A área do crime foi isolada e o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) foi responsável pela remoção do corpo.

A família de Guilherme explicou que o menino estava com o padastro quando foi atingido.

O padrasto do menino, Charles de Jesus Santos, confessou que cometeu o crime e disse que um caseiro, de prenome ‘Nenem’, mostrou-lhe a arma e que o tiro foi acidental. “Eu desmaiei”, disse o padrasto, referindo-se ao momento em que viu Guilherme, a quem chamava de ‘filho’, atingido. Nas imagens, o homem é visto chorando bastante.

SAIBA MAIS

Padrasto confessa ter matado criança em Barra de Pojuca durante entrevista ao Ronda; veja vídeo