CRIME NO DETRAN: “Ato sem pensar”, diz suspeito de assassinar ex-mulher na sede do órgão

Autor: Aratu Online

Publicada em


Foto: reprodução/TV Aratu

Do Aratu Online, parceiro do Simões Filho Online.

O comerciante Jaílson Santos Mendonça, de 46 anos, suspeito de assassinar a servidora do Departamento de Trânsito da Bahia (Detran), Maridalva da Silva Mendonça, 46, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (28/11) à imprensa. Aos jornalistas, o homem disse que não planejou o crime e se disse arrependido.

O crime aconteceu na manhã de terça-feira (26/8) na escadaria da sede do órgão, localizada na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM). Durante a entrevista, Jaílson confessou o homicídio. “Foi um ato sem pensar, na hora da discussão, do nervosismo e acabou acontecendo isso por ciúmes […] Sempre fui uma pessoa do bem”, disse.

Questionado sobre o motivo de estar com uma faca, ele desconversou. “Eu não tive intenção de matar, não fui para matar. Não sou assassino, passei a ser agora quando cometi esse ato”, contou o comerciante. “A única coisa que posso pedir a todos os parentes e toda a população é perdão”, complementou Jaílson.

Depois do assassinato, o homem tomou veneno e foi internado no Hospital Geral do Estado (HGE). Já o corpo de Maridalva foi enterrado na manhã de quarta-feira (27/11) no município de Governador Mangabeira.