De mal a pior: Simões Filho inicia aulas sem jornada pedagógica; Prefeitura nega informação e diz que evento já aconteceu

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Arquivo/Imagem Ilustrativa

Diferente do que acontece todos os anos na gestão escolar, neste ano, as aulas regulares da rede municipal em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) começaram sem a tradicional Jornada Pedagógica, que além de ser uma exigência do Ministério da Educação é de fundamental importância para o processo educacional.

A Jornada Pedagógica é um momento em que profissionais da educação partilham ideias, ensinam e aprendem na coletividade, com o propósito de promover o fortalecimento do processo educativo, por meio da análise dos indicadores educacionais, dos valores e da cultura das escolas.

O encontro traz atividades diversificadas para o fortalecimento de práticas educativas e socialização de metodologias que despertem o interesse, a participação e a aprendizagem dos estudantes.

Contudo, parece que a administração publica de Simões Filho cometeu algum equivoco no seu planejamento de 2019 e acabou “atropelando” a jornada pedagógica, que pelo que consta, nem irá mais acontecer.

DENÚNCIA – Professores revoltados

Em contato com a redação do SIMÕES FILHO ONLINE, uma professora da rede pública, que preferiu não se identificar por medo de sofrer represália, revelou o sentimento de decepção dos gestores escolares com relação a falta de compromisso da prefeitura.

“Nunca na história da nossa cidade foi iniciado um ano letivo sem jornada pedagógica. Apenas recebemos um comunicado de que a equipes escolar deveria se reunir dentro da própria unidade, na última sexta-feira (08) para planejar o começo das aulas. Nenhum suporte foi oferecido pela Secretaria de Educação, nem material didático nós recebemos”, denunciou a educadora.

Ainda de acordo com a servidora, independente de grupo político, é possível notar que a administração do prefeito Dinha Tolentino não está muito preocupada com a qualidade da educação no município e isso tem refletido no comportamento dos próprios educadores.

“Não estou aqui defendendo gestão de A nem B, até porque sou concursada e não dependo de política, mas na gestão anterior pelo menos havia este cuidado de subsidiar a jornada pedagógica com todo capricho. Já nos últimos anos, temos visto os professores sem nenhuma vontade de ir para sala de aula, isso claro que, porque não existe motivação. Fazemos educação por amor, mas como qualquer profissão, merecemos o mínimo de respeito e reconhecimento pelo nosso trabalho”, diz professora.

RESPOSTA DA PREFEITURA

A redação do SIMÕES FILHO ONLINE entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Simões Filho, e em nota, a pasta explicou que a Jornada Pedagógica aconteceu somente nas unidades escolares, mas que ainda irá promover um evento maior com todos os professores, com um conferencista da educação dando continuidade a Jornada.

Veja nota integra:

No município de Simões Filho, a Jornada Pedagógica, com o tema: “Educação Criadora: Olhar Além do que se pode ver”, deu início no dia 08 de fevereiro nas unidades escolares, onde os professores reuniram-se com os seus gestores e planejaram o desenvolvimento acadêmico dos seus alunos para 2019. Na oportunidade, foi trabalhado o Plano de Curso, Plano das Unidades e Projetos, dentro do tema que já foi escolhido para trabalhar todo o ano.

Vale salientar que a Jornada Pedagógica, antes conhecida como Semana Pedagógica, é realizada prioritariamente nas unidades escolares e pode acontecer em diversos momentos durante o ano letivo. Todos os município realizam jornada Pedagógica nas unidades escolares, temos como exemplo o estado, que não realiza jornada para os Professores fora das unidades.

Entretanto, no município de Simões Filho, a partir do ano de 2017, passamos a ter no planejamento da Jornada Pedagógica, um dia onde os professores da rede tem o privilégio de participar de um evento com educadores de renome e vasta experiência pedagógica. Neste dia, são realizados seminários, oficinas, para valorizar os professores, visando novos conhecimentos para a sua prática pedagógica. Neste ano de 2019, a Jornada começou dia 08 de fevereiro nas unidades escolares, mas teremos outro momento onde todos os professores da rede estarão reunidos com um conferencista da educação e, dando continuidade a Jornada, teremos outro momento com os professores por modalidade de ensino.