De novo: Igor Kannário é detido com maconha na Região Metropolitana

Ele estava abastecendo o carro em um posto de gasolina quando foi surpreendido pelos policiais do Pelotão Especial

Autor:

Publicada em


 
 

O cantor de pagode Anderson Machado de Jesus, conhecido como “Igor Kannário”, de 31 anos, foi detido com um cigarro de maconha junto a três amigos, na cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador.

 

Esta é a segunda vez neste mês de janeiro que o cantor é preso com droga. Kannário foi preso no dia 7 de janeiro durante uma abordagem policial em Salvador após ser flagrado com maconha.

 

Desta vez, o pagodeiro e mais três amigos foram flagrados na noite de quinta-feira (22), em um posto de gasolina da BR-324, com a droga dentro do carro, segundo informa a 20ª Delegacia de Polícia de Candeias. No entanto, nenhum deles assumiu de quem era a droga.

 

De acordo com o órgão, a situação ocorreu por volta das 21h quando eles foram conduzidos para a delegacia. Após ser registrada a ocorrência na unidade policial, o cantor e os três amigos foram liberados por volta das 4h da madrugada desta sexta-feira (23). Um dos amigos será ouvido ainda nesta sexta-feira, informa a polícia. Já o pagodeiro e mais outros dois amigos serão ouvidos na próxima terça-feira (27).

 

Primeira prisão
Após ser preso no dia 7 de janeiro durante uma abordagem policial, Igor Kannário foi solto no dia 8 depois de pagar fiança, segundo informações da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap). Não há informações sobre a quantia paga para soltura do cantor, nem se o músico João Pedro Laurentino, 28, preso junto com Kannário, também foi solto.

Apesar da decisão, o cantor estava em liberdade provisória, antes de ser detido novamente, enquanto respondia pelo crime de tráfico de drogas, segundo informações da delegacia.

 

Igor Kannário e João Pedro foram encaminhados também na quinta-feira (8), para o Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador.

 

Segundo a polícia, eles foram flagrados com a maconha por uma guarnição da 37ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em uma via pública, no bairro da Caixa D’Água. Por telefone,a reportagem tentou contato com o empresário do cantor, mas as ligações não foram atendidas.

 

Ainda de acordo com a polícia, em depoimento na 2ª Delegacia Territorial, Igor Kannário e João Pedro, que também integra a banda do músico, afirmaram que a maconha seria usada para consumo próprio. Eles disseram também que a droga foi entregue a eles por um fã do cantor, cujo nome não foi informado. A maconha foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT).

 

Igor Kannário é ex-vocalista da banda A Bronkka. De acordo com a 37ª CIPM, ele estava com pelo menos oito “dolões” de maconha.