Demora na entrega do Minha Casa Minha Vida causa revolta na população – Protesto está sendo organizado

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


A demora na entrega os apartamentos do Programa “Minha casa, minha vida” (MCMV) causa revolta na população. Os empreendimentos localizados em Simões Filho já estão prontos e deveriam terem sido entregues há mais de um ano. “Não aguentamos mais tantas datas e promessas quanto a entrega dos apartamentos do minha casa, minha vida no Município. Sem nenhuma explicação, as datas vêm sendo não cumpridas, e com isto cria-se expectativas e frustrações a cada data e a cada novo pagamento de aluguel”, contou Ana, que está inscrita no programa desde 2009.

Segundo ela, uma manifestação está sendo organizada. “Famílias de Simões Filho estão organizando um protesto por sentirem-se desrespeitados pela demora na entrega dos apartamentos do programa MCMV. Estamos nos organizando para brevemente fazer esse protesto contra todo este desrespeito”, informou.

Outra mãe que também está inscrita no programa desde de 2009, mostrou seu descontentamento com a demora. “Sou mãe solteira, recebo um salario mínimo e pago 450,00 de aluguel. Esses apartamentos não sai? Porque tanta data não cumprida? Somos seres humanos e não cachorros para nos deixarem sem explicações”, desabafou.

O programa “Minha Casa, Minha Vida” tem 2.524 novos apartamentos para serem entregues em Simões Filho. Eles estão localizados no Residencial Ipitanga no Bairro Simões Filho 1; Residencial Alvorada também no Bairro Simões Filho I, Residencial Parque Universitário I e Parque Universitário II localizados no Bairro Vida Nova.

As unidades habitacionais feitas em Simões Filho são divididas em dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do programa, os empreendimentos vêm equipados com infraestrutura completa: pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.