Descontos voltam a acontecer direto no salário do aposentado e pensionista do INSS

Autor: Redação

Publicada em


Descontos voltam a acontecer direto no salário do aposentados e pensionistas do INSS.
Descontos voltam a acontecer direto no salário do aposentados e pensionistas do INSS.

Descontos voltam a acontecer direto no salário do aposentados e pensionistas do INSS.

Temos uma notícia ruim para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). O Banco Central e a União recorreram de uma decisão judicial que favorecia os segurados e a justiça derrubou a decisão de primeira instância que proibia os bancos de realizarem, por quatro meses, desconto em folha de pagamentos dos empréstimos tomados por aposentados do INSS ou servidores públicos.

>INSS libera valor da 2ª parcela do Décimo de aposentados e pensionistas

Com isso, os descontos em folha dos empréstimos consignados vão voltar a ser feitos e o aposentado já vai sentir o impacto dessa decisão no recebimento desse mês. A Justiça Federal havia intimado o governo federal na semana passada para que o Banco Central determinasse que os bancos de todo o País suspendessem o débito.

>Décimo Terceiro do BPC do INSS. Afinal, tem ou não tem direito?

O juiz Renato Coelho Borelli, da Justiça Federal do Distrito Federal, afirmou em sua decisão que a liberação de cerca de R$ 3,2 trilhões pelo Banco Central, “não chegou, em sua grande totalidade, às mãos daqueles atingidos pela pandemia”.

>INSS envia carta para 422 mil aposentados receber grana extra do 8º lote: datas estão disponíveis

“[A decisão] traz consequências práticas que podem inviabilizar a execução da política monetária, além de ter o potencial de causar grave lesão à ordem econômica e ao interesse coletivo neste momento de pandemia”, diz o despacho.

>Projeto de Lei pode liberar abono extra para mais de 20 milhões de aposentados do INSS

Aposentados vão recorrer
A decisão atendia a um pedido feito em ação popular pelo advogado Márcio Casado. No recurso, o BC argumentou que a decisão judicial trazia uma série de consequências práticas que podiam inviabilizar a execução da política monetária, “além de ter o potencial de causar grave lesão à ordem econômica e ao interesse coletivo neste momento de pandemia”.

O responsável pela ação, Márcio Casado, disse que vai recorrer da decisão do desembargador. Segundo o advogado,  a decisão beneficia diretamente pelo menos 62 milhões de pessoas, entre aposentados, correntistas e donos de empresas em todo o Brasil.

>Aposentados e pensionistas do INSS têm grana do PIS para sacar e não sabem

Juros do consignado

Em 17 de março, O CNPS (Conselho Nacional da Previdência Social) aprovou a redução do teto dos juros do empréstimo consignado em favor dos beneficiários do INSS, além da ampliação do prazo para pagamento da dívida para tentar reduzir o impacto econômico da crise gerada pela pandemia.

A taxa máxima cobrada pelo empréstimo com desconto no benefício caiu de 2,08% para 1,80%. A taxa do cartão de crédito consignado, de 3%, foi para 2,70%. O número máximo de parcelas mensais para pagar a dívida foi ampliado de 72 para 84 meses (de seis para sete anos de pagamento).

>Novo aumento: Veja o valor do piso dos aposentados e pensionistas para 2021 e 2022

Identifique o desconto no benefício

Pelo Meu INSS

  • Acesse seu benefício pelo site meu.inss.gov.br ou pelo aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS
  • Será necessário informar nome completo, número do CPF e informações para contato
  • Do lado esquerdo da tela, clique em “Extrato de Pagamento de Benefício”
  • O extrato vai mostrar quais valores foram depositados e quais foram descontados do benefício
>Grande esquema criminoso falsificava aposentadorias do INSS

Fique atento se:

  • Há descontos mensais de uma associação que não conhece
  • Foi feito um depósito de empréstimo que não solicitou
  • Não pediu empréstimo, mas teve as parcelas descontadas no benefício
  • Quitou um empréstimo, mas ainda há parcelas sendo descontadas

>Bancos abrem mais cedo para pagar 13º dos aposentados e pensionistas do INSS

Proteja seu benefício

  • Não dê informações por telefone ou internet
  • Exija de forma clara os juros cobrados e o valor da parcela
  • Desconfie de promessas de valores que não estava esperando receber

Em hipótese alguma transfira dinheiro para contas de desconhecidos com promessa de empréstimo