Descubra como fazer cauterização capilar caseira – alisa o cabelo?

Descubra como fazer cauterização capilar caseira - alisa o cabelo?
Descubra como fazer cauterização capilar caseira – alisa o cabelo? – Foto: Freepik

Descubra como fazer cauterização capilar caseira – alisa o cabelo? Quem gosta de cuidar bem do cabelo já ouviu falar ou realiza o cronograma capilar.

Esse cronograma é composto por etapas de nutrição, hidratação e reconstrução dos fios, e é especialmente recomendado para quem faz tratamentos químicos com frequência, seja uma tintura ou alisamento, por exemplo.

Com o cronograma é possível manter uma rotina mensal de tratamentos para que os cabelos não fiquem totalmente secos, fracos e opacos por causa da química.

Então, dentro desse cronograma, um dos tratamentos é a cauterização capilar que entra na etapa da reconstrução, pois é feita com produtos à base de queratina.

Veja também: 3 máscaras de cabelo poderosas que realmente valem o investimento

Como é feita a cauterização capilar?

A cauterização é um procedimento em que se aplica um produto à base de queratina no cabelo e, por fim, uma fonte de calor, como secador e chapinha, para selar os fios e o efeito permanecer. Você pode fazer no salão e também em casa, se aprender o passo a passo, comprar o kit ideal para o seu tipo de cabelo e tomar cuidado para não exagerar, fazendo apenas 1 vez por mês.

Materiais

Xampu antirresíduo;
Máscara de hidratação simples (que já conheça o resultado);
Queratina líquida ou em gel;
Protetor térmico em spray;
Secador;
Chapinha.

Modo de fazer

  1. Lave o cabelo com um xampu antirresíduo que já funciona bem no seu cabelo. Esse tipo de xampu limpa bem o cabelo e abre as escamas do fio para a entrada do produto da cauterização.
  2. Enxague o cabelo, escorra o excesso de água com a toalha e penteie.
  3. Comece a aplicar a sua máscara de hidratação no cabelo, mecha por mecha, massageando de cima para baixo, mas sem aplicar na raiz.
  4. Faça um coque, ponha uma touca plástica (ou sacolinha) e aguarde 30 minutos.
  5. Enxague o cabelo, sem passar nenhum outro produto. Remova o excesso de água com a toalha. Penteie.
  6. Pegue a sua queratina líquida ou em gel, própria para cauterização, e vá aplicando mecha por mecha, do jeito que fez com a máscara. Não passe em excesso, só como se estivesse umedecendo o cabelo.
  7. Em seguida, sem enxaguar, aplique uma camada de protetor térmico em spray, para não pesar ainda mais o cabelo, e seque com o secador.
  8. Depois de secar, passe mais uma camada do protetor térmico em spray e aplique a chapinha.
  9. Se o seu cabelo estiver muito danificado, emborrachado e elástico, não faça esse passo da chapinha. Está pronto.

Veja também: Usei azeite de oliva no cabelo e veja o que aconteceu?

Veja todo o passo a passo nesse tutorial do Cabelos de Rainha:

Indicações de uso

A cauterização capilar é indicada para quem deseja oferecer uma hidratação profunda e uma reconstrução aos fios. Como ela é à base de queratina, vai deixar o cabelo mais forte, bem macio, sedoso e também com uma aparência mais alisada porque tem uma ação anti-frizz que deixa os fios mais densos e com menos volume.

Porém, pensar que a cauterização capilar alisa o cabelo é um engano, já que ela não modifica a estrutura dos fios. O efeito alisador é superficial e temporário, mas bastante satisfatório por alguns dias.

Já o efeito reparador vai durar mais tempo, até a próxima cauterização, que deve ocorrer dentro de 1 mês ou, no caso de cabelos muito danificados, em 15 dias, conforme recomendação do cabeleireiro.

Leia também: Cabelos Hidratados: Dez hidratações caseiras saudáveis para os fios

Cuidados a ter

Embora a queratina seja um dos principais componentes naturais do fio de cabelo, a cauterização capilar não pode ser feita com muita frequência. Assim como tudo o que você come ou passa no corpo, é necessário manter o equilíbrio.

Se fizer mais de 1 ou 2 por mês, a queratina em excesso vai deixar os fios endurecidos e ásperos, oposto ao desejado.

É importante que o couro cabeludo esteja saudável para fazer a cauterização, pois se estiver com algum problema que esteja deixando o couro frágil, como inflamações, o tratamento poderá fragilizar ainda mais.

Por isso que é essencial confiar em um cabeleireiro especialista no assunto que irá analisar os tipos de produtos e a frequência de uso conforme o seu caso.

Fonte: Dicas Online

Veja mais