Dinha abre jogo e escancara abandono de Simões Filho

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Andar por Simões Filho é triste. A cidade que tem o Centro Industrial de Aratu, que antes gerava muitos empregos, foi pulverizada depois de passar pelas mãos de pessoas que misturam poder e nem sempre boas intenções. A parte social é o reflexo de todo o desmando e escancara a qualquer um o abandono vivenciado dia a dia da cidade. O cenário desolador é claro em áreas como Cristo Rei, Ilha de São João, Goes Calmon, Palmares, Pitanga de Palmares, Jardim Renatão, Cidade de Deus, KM 30 entre outras.

Seguindo essa linha de raciocínio, durante entrevista ao radialista Uziel Bueno na Rádio Vida FM 106,1, o pré-candidato a prefeitura de Simões Filho Dinha (PMDB), escancarou ainda mais a situação caótica vivida pelo município que tem a 6ª maior economia do Estado.

Na entrevista, Dinha destacou que a gestão da cidade de Simões Filho não investiu em obras importantes nem com recursos próprios e nem do governo do estado. “Simões Filho infelizmente passa por um momento muito difícil independente da crise que está vivendo em nosso Brasil. Ao longo dos últimos anos Simões Filho já vem vivenciando uma situação realmente difícil devido a este controle da receita com a despesa. O município não foi contemplado com obras importantes nem com recursos próprios  e nem do governo do estado” afirmou.

As promessas não cumpridas pelo ex-governador Jaques Wagner para Simões Filho, também foi lembrado por Dinha durante a entrevista.

“Estranhamente nós tivemos no pleito de 2012 quando eu sair candidato a prefeito tivemos a visita na época do governador Jaques Wagner, que naquela oportunidade disse ao povo da cidade que iria fazer um investimento significativo para que o município pudesse sair da situação que estava em 2012 e assumiu diversos compromissos com o município, inclusive com a implantação da UNEB, que é um pleito importante para o povo de Simões Filho. Infelizmente ao longo destes 3 anos e alguns meses nada foi feito e a cidade está passando por um período extremamente difícil”, completou.

A dívida da prefeitura de Simões Filho deu um salto de 600%, segundo o pré-candidato Dinha, a divida cresceu e muito. “Em 2008 nós tínhamos uma divida de R$ 38.429.718,73 (Trinta e oito milhões, quatrocentos e vinte e nove mil, setecentos e dezoito reais e setenta e três centavos), no último ano em 2015 a dividia segundo o terceiro quadrimestre fiscal apresentado pela gestão atual passou para uma valor total de R$ 223. 195.000.00 (Duzentos e vinte e três milhões e cento e noventa e cinco mil reais) um crescimento de quase 600%. Se houvesse um crescimento da divida por conta de investimentos na cidade, seria até justificável” concluiu.