Eclipse solar poderá ser visto de Simões Filho nesta segunda (21)

Autor: Redação

Publicada em


No Brasil, parte do eclipse poderá ser visto no Norte e Nordeste – Foto: Erik S. Lesser/EPA/EFE/Direitos Reservados

Está previsto para esta segunda-feira (21) um dos eventos mais fascinantes da natureza, o eclipse solar total, que ocorre quando as órbitas do sol e da lua se cruzam e o satélite passa entre o sol e a Terra. Quando a lua cobre o sol, bloqueia os raios solares e faz uma sombra na Terra.

No Brasil, os moradores das regiões Norte e Nordeste poderão avistar o fenômeno. No extremo norte do país, a previsão é que a escuridão chegue a 50%. Quem estiver no Macapá, no Amapá poderá ver a Lua cobrindo 40,9% do Sol. Já em Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, a cobertura será de 12,6%, com início às 16h39. O máximo de cobertura será visto às 17h17.

O fenômeno poderá ser visto em uma faixa de 3 mil quilômetros no país. Observadores de Boa Vista, Belém, São Luís, Teresina, Fortaleza, Natal, João Pessoa e Recife devem conseguir ver até 40% do Sol coberto. Em Brasília só 2% da cobertura poderá ser visualizada. Quem estiver mais ao sul do Brasil como o Rio de Janeiro, por exemplo, não avistará o eclipse.

A faixa de totalidade do fenômeno, ou seja, a faixa de terra que ficará na penumbra, cruza os Estados Unidos. Serão 2 minutos e 40 segundo de completa escuridão para quem estiver entre Salem, no Oregon, e a cidade de Charleston, na Carolina do Sul.

O próximo eclipse total que terá faixa de observação no Brasil está previsto para 2041. “No dia 2 de julho de 2019, vai ser no sul da América do Sul e a expectativa é que muitas pessoas se desloquem para a faixa de observação. É interessante porque você tem turismo, tem eventos culturais e científicos, é muito legal”, disse a pesquisadora e astrônoma Josina Nascimento.