Embasa encontra ‘gato’ em 32 apartamentos em Simões Filho; Moradores pagarão R$107 mil

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Dívida ultrapassa a marca de R$ 100 mil | Foto: Reprodução

Durante uma operação de combate às fraudes na tarde da na última sexta-feira (8), a Embasa identificou uma ligação clandestina de água nem Simões Filho, na região metropolitana de Salvador. Os ‘gatos’ abasteciam, de acordo com a assessoria de comunicação da concessionária, um bloco com 32 apartamentos de conjunto habitacional. Neste caso, a dívida do prédio ultrapassa a marca de R$ 98 mil e a multa pelo furto de água foi calculada em R$ 9.076,45. Totalizando R$ 107 mil. O caso aconteceu no Bairro Ilha de São João. Veja outras noticias da cidade.

Regularização

“A Embasa não está só combatendo as fraudes, mas, também, oferecendo ao consumidor a oportunidade de negociação, a fim de que ele possa voltar a ser um cliente regular e ativo. Para quem está inadimplente, a empresa pode retirar os juros e as multas e parcelar o débito para facilitar o pagamento”, explica Isaías da Silveira, também gerente comercial da empresa.

As condições de negociação envolvem requisitos como a comprovação da situação econômica do responsável pelo imóvel e pelo pagamento do débito, seu enquadramento na tarifa residencial ou para pequeno comércio, a quantidade de unidades residenciais do imóvel, a inexistência de processo judicial relativo ao pagamento de contas de água e/ou esgoto em andamento ou de negociação anterior com a Embasa.

A operação de combate às fraudes vem sendo intensificada. Em novembro de 2015, a Embasa lançou a campanha “De Olho no Gato – Seja Legal com a Água”, para regularizar, por meio de negociação flexível de débitos, ligações irregulares em sua rede distribuidora. Hoje, a Embasa tem cerca de 40 equipes de campo somente nas unidades da RMS, responsáveis por mais de 200 verificações deste tipo todos os dias.