Embasa retira 27 “gatos de água” em uma única rua na região metropolitana

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Em março, equipes de campo da Embasa intensificaram o combate aos casos de furto de água. Esta semana, somente em uma rua da sede municipal, no bairro da Areia, foram retiradas 27 ligações irregulares, que vinham desviando, mensalmente, mais de 270 mil litros de água, em Candeias, município da Região Metropolitana de Salvador. Segundo o gerente regional da Embasa em Candeias, Frank Brito, o maior delito é a religação indevida, que acontece quando o fornecimento é suspenso por débito e o usuário refaz a ligação clandestinamente. “As ações fraudulentas envolvendo furto de água nesta rua geraram uma perda de faturamento estimada em R$ 15 mil por ano”, declarou.

No início do mês, vale destacar outro caso de fraude descoberto pelos técnicos. Desta vez, em uma casa de alto padrão construtivo, no bairro Nova Brasília, considerado área nobre da cidade. De acordo com o gerente do EL de Candeias Leonardo Abreu, há a suspeita de que a água estivesse sendo consumida de maneira irregular desde 2010. “Estimamos um prejuízo de mais de R$30 mil por ano, já que o imóvel tem piscina e mais de 10 pontos de utilização de água”, contabiliza Leonardo.

Somente este ano, a Embasa já identificou mais de 300 ligações irregulares na área de abrangência da gerência regional de Candeias, o que representa um prejuízo em torno de R$ 150 mil por ano. O furto de água é crime previsto no artigo 155 do Código Penal, com pena de reclusão de 2 a 8 anos.