“Estamos passando fome”, diz funcionário da UPA de Simões Filho

Reflexo disso é a situação lamentável que pais de família vêm enfrentando.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


“Completou três meses que estamos passando por uma situação financeira delicada. É com muita tristeza e indignação em afirmar que estamos passando fome por causa da Prefeitura de Simões Filho. O senhor Diógenes Tolentino, em reunião afirmou que iria pagar e até agora não houve pagamento”, o desabafo é de um dos funcionários da UPA do Cia 1. O reflexo disso é a situação lamentável que vários pais de família vêm enfrentando.

O trabalhador afirma ainda que não vai trabalhar nesta terça-feira (21), por não ter dinheiro para pagar o transporte. “Me sinto humilhado vivendo nessa situação”, relatou o funcionário, que completou dizendo que esse atraso está levando a família a passar por dificuldades até mesmo para colocar o alimento na mesa e pagar as contas de água e luz.

No dia 24 de fevereiro, a Prefeitura de Simões Filho informou, por meio de assessoria de comunicação, que o pagamento seria feito até o dia 10 de março. 11 dias se passaram e o dinheiro não caiu nas contas dos funcionários.

Na manhã desta terça-feira (21), o SIMÕES FILHO ONLINE fez mais um contato com a Assessoria de Comunicação, questionando quando os salários atrasados serão pagos, mas até o fechamento desta matéria não emitiu resposta.