Ex-atleta olímpica brasileira, Laís Souza, ministra palestra motivacional em Salvador

Autor: Redação

Publicada em


Acontece, nos próximos dias 29 e 30 de deste mês, no Centro Universitário Estácio da Bahia, a palestra “Superando limites: a vida e seus desafios”, proferida pela ex-atleta olímpica brasileira, Laís Souza. O evento está programado para as 19h30 do dia 29, no Campus Fratelli Vita, na Calçada e às 10 horas do dia 30, no Campus Gilberto Gil, no bairro do Stiep. A palestra faz parte do Projeto Boas-Vindas Calouros (do primeiro semestre de 2019) que tem o objetivo de integrar e acolher alunos novos e veteranos para o início das atividades acadêmicas.

Os estudantes da Estácio poderão fazer as inscrições pelo SIA (Sistema de Informações Acadêmicas). Segundo Paulo Rocha, reitor e diretor do Centro Universitário Estácio, “Essa é a oportunidade que temos para integrar e acolher os alunos novos e veteranos, criando um ambiente em que eles se sintam estimulados e receptivos aos desafios e oportunidades que surgirão durante o ano letivo”, diz.

Laís Souza integra o Time Estácio e é aluna do curso de História à distância, da Unidade Vila Velha.

Laís Souza

Sua vida foi dedicada à ginastica artística desde os 10 anos, tendo conquistado diversos títulos e medalhas e representado o Brasil em duas olimpíadas – Atenas (2004) e Pequim (2008). Esteve entre as quatro melhores atletas desse esporte e, em função de uma lesão na mão esquerda, não pôde atender o convite do COB e participar dos jogos olímpicos de Londres em 2012.

No ano seguinte, aceitou o desafio de começar em um novo esporte – esqui aéreo – e, no mesmo dia, em que receberia a notícia da classificação para a Olimpíada de inverno de 2014, sofreu o acidente que mudaria a sua vida. Laís venceu o risco de morte e o prognóstico era tetraplegia, respiração e alimentação, dependente de ajuda de aparelhos sem perspectiva de melhora.

Mas foi cantando durante a sessão de fisioterapia que ela derrubou o parecer médico e respirou sem a ajuda de máquinas pela primeira vez. Daí em diante, novas “pequenas vitórias”, como Laís costuma se referir, iriam escrever uma história de superação.

Sobre o programa Estácio no Esporte

O programa Estácio no Esporte existe desde 2013 e é um dos pilares do Programa de Responsabilidade Social Corporativa da Instituição, ao lado de Escola, Cidadania, Cultura e Inovação e Empreendedorismo. São mais de 500 atletas patrocinados e apoiados por meio de bolsas de estudo, envolvimento na promoção de alguns dos principais eventos esportivos do Brasil, bem como parceria com diversas ONGs e instituições esportivas.

Por meio do pilar Esporte, a Instituição é hoje uma das maiores incentivadoras do segmento no país. A Estácio também é signatária do Pacto pelo Esporte. O programa Estácio no Esporte conta com atletas como Laís Souza (ex-atleta de ginástica), Chloé Calmon (surfe), Daniele Hypólito (ginástica), Marcelinho Machado (ex-atleta de basquete), Bruno Soares (tênis), entre outros. Presente nos Jogos Rio 2016, a Estácio foi a primeira instituição de ensino apoiadora olímpica e, por meio de sua área de soluções corporativas, foi a provedora dos serviços de seleção e capacitação dos 140 mil voluntários e 6000 colaboradores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Em 2016, a companhia conquistou o Prêmio Aberje Nacional na categoria Comunicação de Programas, Projetos e Ações Esportivas com o case “Estácio no Esporte – Formando Campeões”. O case mostrou a forte e ampla ligação da instituição com o esporte ao longo dos anos e no período dos Jogos Olímpicos