Fim dos tempos: Homem atira dentro de igreja, mata quatro e se suicida em São Paulo

Autor: Com informações da Agência Brasil

Publicada em


Foto: El país

Ao menos quatro pessoas foram mortas e outras quatro foram feridas a tiros dentro de uma igreja no início da tarde desta terça-feira (11/12), em São Paulo. Ainda não identificado, o atirador entrou na igreja, sentou-se entre os fiéis e passou a disparar contra os presentes logo após o final da missa na Catedral Metropolitana de Campinas (SP),, na Rua 13 de Maio.

Atirador entrou com duas armas durante uma missa na Catedral Metropolitana (Foto: Denny Cesare/Código19)

Segundo a Polícia Militar, o atirador se matou após o ataque — ele portava uma pistola 9 mm e mais um revólver — as duas armas estavam com as suas numerações raspadas.

Vitimas em estado grave

Um homem de 84 anos, que foi atingido no tórax e no abdômen passa por cirurgia nesta tarde no Hospital Municipal Doutor Mário Gatti. Entre os quatro feridos pelo homem que entrou na catedral atirando nas pessoas, ele é o que se encontra em estado mais grave. Na mesma unidade, uma mulher de 65 anos está estável e permanece em observação. Ela foi ferida no tórax e na mão e teve uma fratura na clavícula.

Outra mulher, que foi levada ao Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), também está estável e permanece em observação pela equipe de trauma. A idade dela não foi confirmada. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, ela pode ter alta ainda nesta terça-feira.

A quarta pessoa ferida foi encaminhada ao Hospital da Beneficência Portuguesa de Campinas, mas não há informações sobre o quadro de saúde.

Em nota postada no Facebook, a Arquidiocese de Campinas informou que a catedral permanecerá fechada para atendimento das vítimas e a investigação da polícia. “Contamos com as orações de todos neste momento de profunda dor”, diz o texto.

Atendimento

Assim que soube do tiroteio, a Prefeitura mobilizou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Rede Mário Gatti, a Guarda Municipal e a Empresa de Desenvolvimento Municipal de Campinas (Emdec) para assistência às vítimas do ataque ocorrido na catedral. A prioridade no momento é dar total atenção aos feridos e à família das vítimas.

As informações, até agora, são de que um homem, de cerca de 30 anos, entrou na catedral atirando, por volta das 13h desta terça-feira. Ele matou quatro pessoas e se matou. Quatro pessoas estão feridas – duas foram levadas para o Hospital Municipal Mário Gatti, uma para o Hospital de Clínicas da Unicamp e outra para o Hospital da Beneficência Portuguesa.

O prefeito Jonas Donizette disse que está “estarrecido” com o brutal crime e que dedica suas orações às vítimas e suas famílias. A prefeitura continuará mobilizada acompanhando os acontecimentos.

Investigações

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o 1º Distrito Policial de Campinas investiga, com apoio do Setor de Homicídios da cidade, as mortes ocorridas nesta tarde.

Em nota, a SSP dz que policiais militares atiraram contra o autor dos disparos e que, em seguida, ele se matou. A nota informa também que imagens das câmeras de segurança da igreja foram apreendidas e serão analisadas.