“Fui assessor do PT”, diz suspeito de matar Marielle em vídeo publicado por Eduardo Bolsonaro

Autor: Redação

Publicada em


"Fui assessor do PT", diz suspeito de matar Marielle em vídeo publicado por Eduardo Bolsonaro. Um vídeo publicado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho "03" do presidente da república,
Crédito da Foto: reprodução / O Globo

“Fui assessor do PT”, diz suspeito de matar Marielle em vídeo publicado por Eduardo Bolsonaro. Um vídeo publicado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho “03” do presidente da república, mostra declarações polêmicas de Élcio Queiroz, um dos principais suspeitos de ter matado a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em 14 de março do ano passado. No vídeo, Élcio conta ter trabalhado para governos de esquerda.

De acordo com Eduardo, o vídeo mostra o depoimento do suspeito ao Ministério Público do Rio de Janeiro. “Tido como um dos assassinos de Marielle Franco, Élcio Queiroz revelou em depoimento ao MPRJ que foi funcionário do petista Lindbergh Farias e que ele foi seu melhor patrão”, diz a publicação.

Nas imagens, Élcio diz ter sido assessor do Partido dos Trabalhadores (PT). “Já fui até funcionário de governo de esquerda, fui assessor do PT em Nova Iguaçu, quando o prefeito era Lindbergh [Farias]. Então, não tem, pelo contrário, foi o melhor patrão que eu já tive, pagava muito bem seus funcionários”, conta o suspeito.

CONFIRA O VÍDEO: