Funcionários dos Correios decidem entrar em estado de greve

Ao que tudo indica, a partir de abril, a estatal terá um novo centro de distribuição de cartas e encomendas.

Autor: Simões Filho Online

Publicada em


Os funcionários dos Correios decidiram entrar em estado de greve por conta das más condições de conservação do edifício sede da empresa, no bairro da Pituba. A decisão foi tomada após realizarem assembleia na noite de ontem (18).  Segundo o sindicato da categoria, a empresa se comprometeu em resolver os problemas do prédio, como climatização, iluminação, conserto dos elevadores e da bomba do tangue de água até esta sexta-feira (19). Caso a promessa não seja cumprida, não haverá expediente no local.

As queixas não são de agora. Para se ter ideia do drama vivido pelos agentes dos Correios, no ano passado, a Secretaria Municipal de Urbanismo embargou o edifício, localizado na Avenida Paulo VI, por não possuir condições de habitação e segurança exigidos pela legislação municipal. Os Correios tinham 30 dias para recuperar a estrutura, mas, segundo os trabalhadores, não houve melhoras desde então.

Ao que tudo indica, a partir de abril, a estatal terá um novo centro de distribuição de cartas e encomendas, na Via Parafuso. O prédio na Pituba continuará em funcionamento apenas para parte das atividades administrativas.