Funcionários do Hospital de Simões Filho estão com salários atrasados; “Todo mês a mesma coisa”

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Foto Reprodução

Os funcionados do Hospital Municipal de Simões Filho, gerido pela Associação de Proteção a Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI) estão mais uma vez com seus salários atrasados e passando por dificuldades.

Em contato com a redação do Simões Filho Online, na manhã desta quarta-feira (14/11), uma funcionária da empresa terceirizada, que preferiu não se identificar por medo de perder o emprego, contou que o atraso no pagamento dos proventos é constante, mas que, neste mês a situação ficou ainda pior, visto que, nem a primeira parcela do décimo terceiro salário, que é assegurado por lei ainda foi repassada.

“É complicado você ter contas para pagar, aluguel e nem dinheiro de transporte termos mais pra ir trabalhar. Todo mês a mesma coisa e esse mês ainda pior. Falaram que o pagamento seria ontem, mas até agora nada, nem a parcela do décimo recebemos”, disse ela.

Ainda conforme a funcionária é de conhecimento dos trabalhadores que a Prefeitura Municipal já tenha efetuado o repasse do valor de contrato mensal para a APMI, no entanto, até o momento, a empresa não se manifestou a cerca do que pode ter ocasionado o atraso.

A esperança dos trabalhadores é que a situação seja resolvida o mais rápido possível, pois a maioria das pessoas depende unicamente do salário para pagar contas e garantir a alimentação de seus familiares.

Outro lado – O SIMÕES FILHO ONLINE entrou em contato com a assessoria de comunicação do Hospital Municipal e órgão informou que os pagamentos serão efetivados na tarde desta quarta-feira (14/11). O motivo do atraso salarial não foi esclarecido.