Futebol terá novas regras a partir de junho, anuncia IFAB

Autor: Redação

Publicada em


O futebol “parou” devido à pandemia de Covid-19, mas, assim que voltar, jogadores e torcedores precisam se acostumar com novas regras. É que a International Board (IFAB, em inglês), órgão que regulamenta as normas do esporte, anunciou, nessa terça-feira (7/4), algumas mudanças que entram em vigor a partir de 1º de junho.

Uma das principais mudanças é em relação à “mão”. A mão “acidental” de um atacante ou companheiro de equipe será marcada se o contato ocorrer imediatamente antes de marcar um gol ou uma chance clara. A infração por mão também será marcada quando se der na região da maga curta da camisa – nos termos usados pela IFAB, “o fim da manga da camisa”, tido como o limite.

OUTRAS ALTERAÇÕES

– Quando uma partida for definida nos pênaltis, os cartões aplicados aos jogadores durante o tempo normal e a prorrogação não serão considerados nas penalidades;

– Nas cobranças de pênaltis, se o goleiro cometer uma infração, a primeira advertência será verbal e, se houver reincidência, será aplicado cartão amarelo;

– O jogador que não respeitar os quatro metros de distância no bola ao chão receberá cartão amarelo;

– Os goleiros não serão penalizados por qualquer infração se, após a execução de uma penalidade, a bola não entrou no gol nem se recuperou dele (sem ser tocada pelo goleiro), a menos que o ataque afete claramente o cobrador. Antes, pela regra, o pênalti deveria ser cobrado novamente se o goleiro se adiantasse e o cobrador cobrasse na trave, para fora ou houvesse a defesa.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não definiu se adotará as novas regras para as competições que começam antes de junho ou apenas na próxima temporada.