Garis suspeitos de matar empresário em Salvador alegam que a vitima os agrediu

Autor: Redação

Publicada em


Foto: Divulgação Polícia Civil

Investigações realizadas pela equipe da 16ª Delegacia Territorial (DT), localizada no bairro da Pituba, resultaram na prisão, na noite de segunda-feira (11), dos quatro garis envolvidos na agressão, que levou a morte o empresário Luciano Rodrigues Vieira, de 43 anos.

O mandado de prisão temporária de Gerson Amorim Goes, de 50 anos, Fábio do Amor Divino Borges, 35, Ediney Silva Santos, 26, e Diony Silva Santos, 28, foi solicitado pela titular da 16ªDT/Pituba, delegada Maria Selma Pereira, após analise das câmeras de segurança da região, na qual ocorreu a agressão ao empresário, na madrugada de domingo (10). “As imagens mostravam o grupo atacando Luciano próximo ao caminhão do lixo”, relatou a delegada.

Após a identificação dos funcionários da empresa de limpeza urbana, Gerson foi conduzido à unidade policial, enquanto os demais se apresentaram com seus advogados. Segundo a delegada, os homens alegaram que cometeram as agressões porque o empresário estava embriagado e os agrediu. “Seguirei ouvindo as testemunhas e analisando as informações”, comentou ela. Os garis permanecem custodiados, à disposição da Justiça.